Sem Glúten Sem Lactose http://www.semglutensemlactose.com Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos Wed, 17 Sep 2014 10:41:15 +0000 pt-BR hourly 1 http://wordpress.org/?v=4.0 Bolo Sem Ovo http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-sem-ovo/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-sem-ovo/#comments Wed, 17 Sep 2014 10:41:15 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11486 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Sem glúten, sem lactose e sem ovo! Essa receitinha de bolo vai te surpreender mesmo sem todos estes ingredientes. É a prova de que a intolerância alimentar não precisa te impedir [...]

Bolo Sem Ovo
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Sem glúten, sem lactose e sem ovo! Essa receitinha de bolo vai te surpreender mesmo sem todos estes ingredientes. É a prova de que a intolerância alimentar não precisa te impedir de comer tudo, né?

DICA: Dá para finalizar jogando coco ralado por cima do bolo, ou ainda espremer mais um pouquinho de laranja e usar como cobertura.

Receita e foto: Nutri&Você.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Bolo Sem Ovo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 3
Classificação: 4
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
8porções 50minutos
Porções Tempo Preparação
8porções 50minutos
Bolo Sem Ovo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 3
Classificação: 4
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
8porções 50minutos
Porções Tempo Preparação
8porções 50minutos
Ingredientes
Porções: porções
Instruções de preparação
  1. Bata todos os ingredientes no liquidificador;
  2. Coloque em uma forma untada com óleo;
  3. Leve ao forno médio, pré-aquecido, por cerca de 40 minutos, ou até dourar.

Bolo Sem Ovo
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-sem-ovo/feed/ 0
Saiba mais sobre a dificuldade de digestão da rafinose http://www.semglutensemlactose.com/artigos/saiba-mais-sobre-a-dificuldade-de-digestao-da-rafinose/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/saiba-mais-sobre-a-dificuldade-de-digestao-da-rafinose/#comments Mon, 15 Sep 2014 18:16:02 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11480 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Um problema bem ‘embaraçoso’ que acomete várias pessoas é a flatulência. Uma das causas já conhecidas da [...]

Saiba mais sobre a dificuldade de digestão da rafinose
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Flatulência por má digestão da rafinose - Digeliv

Um problema bem ‘embaraçoso’ que acomete várias pessoas é a flatulência. Uma das causas já conhecidas da presença constante de gases intestinais é a dificuldade que alguns organismos têm de digerir certos alimentos, como aqueles que apresentam rafinose, por exemplo.

A rafinose é um açúcar complexo encontrado em legumes folhosos como repolho, brócolis, couve-flor; cereais como arroz, aveia, centeio, cevada, granola, milho e trigo; frutas como banana, damasco, laranja, kiwi, maçã e pêssego; vegetais e nos feijões. Quando estas comidas passam diretamente para o intestino sem terem sido corretamente digeridas, as bactérias podem começar a produzir gases.

O desconforto, no entanto, pode ser evitado com a ajuda do Digeliv. Este produto é formulado com enzimas digestivas, especialmente a Alfa Galactosidase, que podem ser utilizadas no preparo de alimentos, ajudando na digestão da rafinose e evitando os gases e o inchaço abdominal. Cada embalagem de Digeliv vem com 30 sachês de 2g cada, sendo que para uma refeição cotidiana, a média é de 1 a 2 sachês.

Saiba mais acessando o site www.digeliv.com.br.

 

Saiba mais sobre a dificuldade de digestão da rafinose
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/saiba-mais-sobre-a-dificuldade-de-digestao-da-rafinose/feed/ 0
A história de Káthia Victório Ferreira http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-kathia-victorio-ferreira/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-kathia-victorio-ferreira/#comments Thu, 11 Sep 2014 12:55:54 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11474 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagens: Káthia Victório Ferreira e a filha Polyana
Idade: 33 e 06 anos
Cidade: Corumbá – [...]

A história de Káthia Victório Ferreira
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Káthia e a filha Polyana, que tem galactosemia

Personagens: Káthia Victório Ferreira e a filha Polyana
Idade: 33 e 06 anos
Cidade: Corumbá – MS

A história

Em junho de 2008, nasceu a pequena Polyana, filha da Káthia Victório Ferreira. A bebê veio ao mundo em um parto normal e os médicos diziam que ela era perfeita, sem nenhum problema de saúde. “Viemos pra casa no dia seguinte. Ela realizou o teste do pezinho – que disseram que demorava 20 dias para o resultado ficar pronto – e eu mantive a amamentação exclusiva no peito, mas no quarto dia de vida ela começou a vomitar. Era instantâneo: mamava e vomitava. Procurei o pediatra e ele a diagnosticou com refluxo, receitou alguns remédios, disse para ela mamar quase em pé e ficar em pé no colo por pelo menos 30 minutos”, relata.

Uma semana se passou e nada da pequena melhorar. Pelo contrário, a Polyana perdia peso e estava com a aparência amarelada. “Fui novamente ao pediatra e dessa vez o diagnóstico foi icterícia e desnutrição. O médico ainda me disse: ‘mãe, você tem que colocar sua filha pra mamar, ela está desnutrida! Hoje em dia as mães não querem mais amamentar, mas você tem que por ela no peito’. E eu assim o fazia”, conta.

Quando a filha estava com 22 dias de vida, Káthia buscou outro pediatra e ele recomendou que ela buscasse ajuda em um centro especializado. Começou então uma verdadeira peregrinação médica para descobrir o problema da Poly. “Procurei o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, mas não conseguimos consulta. Fomos para a capital, 450 quilômetros de onde moramos e procuramos um pediatra que nos disse que ela tinha um problema no sangue. Aí, ele indicou que procurássemos um hematologista. Chegando lá ela nos disse que o problema era outro e nos encaminhou para um gastropediatra. Foi só aí que as coisas começaram a clarear!”, lembra.

O médico, de imediato, disse que seria necessário internar a pequena para investigar a fundo o caso, mas adiantou qual poderia ser o problema: Galactosemia, um distúrbio no qual o corpo não consegue transformar galactose em glicose. “Nunca tínhamos ouvido falar nessa palavra que mais parecia um palavrão! Minha filha foi internada, e fizemos a substituição do leite materno pelo leite de soja. Minha menina estava muito mal. Os médicos chegaram até a dizer que ela poderia não suportar… Ela teve infecção por E.coli e aí fazia exames a todo momento. Lembro de uma médica entrando no quarto e dizendo que a minha Polyana não teria uma vida fácil, que poderia ter muitas sequelas devido a gravidade da doença e que a restrição alimentar seria algo difícil. Porém, eu só sabia agradecer, a vida dela me bastava!”, afirma Káthia.

A partir desse momento, não foi só a Polyana que precisou se adaptar a uma nova rotina alimentar. Os pais também acabaram mudando seus hábitos. “Eu que sempre amei leite passei a odiar, meu corpo não o tolerava mais. E aí começamos a dieta. Se a Polyana podia, todos podiam. Se ela não podia, então ninguém podia. O amor me fez pensar assim”.

Sempre dedicada, a mãe começou a adquirir o hábito de ler bulas e rótulos. “Essa foi a tarefa difícil. As empresas não se importam se a falta de rótulos decentes nos prejudicam. Comecei a adaptar receitas e minha princesa só comia as ‘comidas da mamãe’. Conheci o site ‘Sem Glúten Sem Lactose’ e isso me ajuda demais da conta! Através dele, conheci pessoas com os mesmos problemas que eu e hoje tenho amigos em várias partes do país. Todos os dias dedico algumas horas de estudo para aprender como melhorar a vida dela, mas continuo afirmando que a vida dela me basta, os problemas e sequelas não são nada perto da grandiosidade do meu amor!”.

 

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores! 

A história de Káthia Victório Ferreira
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-kathia-victorio-ferreira/feed/ 0
Farinha Láctea Caseira http://www.semglutensemlactose.com/receita/farinha-lactea-caseira/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/farinha-lactea-caseira/#comments Wed, 10 Sep 2014 10:57:32 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11472 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

É comida de criança, mas os adultos também adoram! Essa receita de Farinha Láctea Caseira é muito fácil de fazer e é bem nutritiva, fonte de vitaminas e nutrientes.

DICA: Misture [...]

Farinha Láctea Caseira
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

É comida de criança, mas os adultos também adoram! Essa receita de Farinha Láctea Caseira é muito fácil de fazer e é bem nutritiva, fonte de vitaminas e nutrientes.

DICA: Misture com frutas no café da manhã! Fica uma delícia…

Receita: Cereais Maninho.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Farinha Láctea Caseira
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 3
Classificação: 4.33
Você:
Classifique esta receita!
Farinha Láctea Caseira
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 3
Classificação: 4.33
Você:
Classifique esta receita!
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Torre as duas farinhas em uma frigideira, mexendo sempre em fogo brando até corar.
  2. Junte os outros ingredientes e misture bem.
  3. Deixe esfriar e guarde em um pote hermético.

Farinha Láctea Caseira
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/farinha-lactea-caseira/feed/ 0
Não conseguiu se adaptar à rotina sem lactose? Conheça o Lactosil! http://www.semglutensemlactose.com/artigos/nao-conseguiu-se-adaptar-a-rotina-sem-lactose-conheca-o-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/nao-conseguiu-se-adaptar-a-rotina-sem-lactose-conheca-o-lactosil/#comments Mon, 08 Sep 2014 12:37:04 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11448 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Para quem está acostumado a levar a vida sem se preocupar em excluir um ou outro alimento da dieta, [...]

Não conseguiu se adaptar à rotina sem lactose? Conheça o Lactosil!
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Lactosil para quem tem intolerância à lactose

Para quem está acostumado a levar a vida sem se preocupar em excluir um ou outro alimento da dieta, descobrir uma intolerância alimentar não é nada fácil. Nem todos conseguem se acostumar com a ideia de manter uma dieta restrita, onde vários alimentos não podem mais ser consumidos. Quem possui intolerância à lactose sabe bem do que estou falando. Seja no café da manhã, no almoço ou no jantar, em toda refeição há sempre um derivado do leite ou uma receitinha que leva o ‘bendito’ ingrediente.

E o que fazer se não conseguimos deixar de lado o queijo, a manteiga, o requeijão, o iogurte e o chocolate? Felizmente, já inventaram uma saída para quem possui a intolerância, mas ao mesmo tempo não consegue viver sem o leite. Existe uma enzima digestiva, disponível nas farmácias de todo o Brasil, que pode ser usada na preparação de alimentos com lactose.

O Lactosil permite aos intolerantes voltar a consumir o que antes eles não podiam. É recomendado o uso de 01 a 02 sachês nos alimentos lácteos ou mesmo naqueles que contenham leite ou derivados em sua receita. A cada 01 litro de leite (50g de lactose), o indicado é adicionar 02 sachês infantis (4.000 FCC ALU) ou 01 sachê adulto (10.000 FCC ALU).

O bacana deste produto é que ele não possui nem cheiro e nem gosto, portanto não altera o sabor de nenhuma receita. Vale lembrar que gestantes, nutrizes (mães que amamentam) e crianças até três anos devem consumir este produto somente com orientação de nutricionista ou médico.

Para saber mais, acesse o site do Lactosil.

Não conseguiu se adaptar à rotina sem lactose? Conheça o Lactosil!
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/nao-conseguiu-se-adaptar-a-rotina-sem-lactose-conheca-o-lactosil/feed/ 0
Quatro coisas sobre intolerância à lactose que você vai gostar de saber http://www.semglutensemlactose.com/artigos/quatro-coisas-sobre-intolerancia-a-lactose-que-voce-vai-gostar-de-saber/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/quatro-coisas-sobre-intolerancia-a-lactose-que-voce-vai-gostar-de-saber/#comments Thu, 04 Sep 2014 14:06:17 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11443 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

1. Tendência em alta

Produtos com benefícios específicos vêm cada vez mais garantindo [...]

Quatro coisas sobre intolerância à lactose que você vai gostar de saber
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Quatro coisas sobre intolerância à lactose que você vai gostar de saber

1. Tendência em alta

Produtos com benefícios específicos vêm cada vez mais garantindo um espaço nas gôndolas e nas mesas dos consumidores. Uma tendência que se verifica não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Alimentos orgânicos, diet, light, sem glúten, com baixa ou sem lactose vêm ganhando a preferência das pessoas – o que se verifica tanto no mix em oferta nas prateleiras quanto nos ganhos contabilizados no comércio. A Europa lidera o consumo global, mas, apesar das diferenças culturais de cada região, é possível detectar pontos em comum entre os consumidores:

• Boa parte da população mundial sofre com o sobrepeso e o sedentarismo.
• Estimulados a mudar os hábitos alimentares, os consumidores eliminam da dieta várias categorias de produtos tidos como “não saudáveis”.
• Pessoas com algum problema de saúde costumam ter uma dieta mais restrita, optando por consumir alimentos funcionais e/ou com benefícios específicos.

2. Leite para intolerantes, benefício para todos

O leite zero lactose é um leite muito mais leve e de fácil digestão. O motivo é simples: no processo produtivo, é adicionada ao leite a enzima lactase, a mesma enzima que o organismo deveria produzir para a digestão do próprio leite – com a função de quebrar a lactose, o açúcar dele. Nesse processo, o leite permanece com todas as suas propriedades nutricionais e com sabor levemente adocicado, mas sem adição de açúcar. Os diabéticos podem consumir preferencialmente sob a orientação de um médico, pois contém glicose. O Camponesa Zero Lactose é um leite saudável para todos. Além de rico em vitaminas, também tem um baixo teor de gordura – por ser semidesnatado. Por todas essas qualidades, o leite zero lactose está sendo consumido até por pessoas que não apresentam intolerância, mas que sempre buscam uma vida mais saudável.

3. Intolerância e genética

Ser geneticamente intolerante à lactose tem a ver com a origem étnica e com a tradição na ingestão de produtos lácteos de uma população. Europeus ocidentais – com um longo histórico de ingestão de produtos lácteos – apresentam baixas taxas de intolerância à lactose – cerca de 3%. Já em populações em que o leite é tradicionalmente ausente da dieta, como os povos subsaarianos, afro-caribenhos, sul-americanos e de partes da Ásia, a incidência da intolerância à lactose é superior a 90%. Em uma população miscigenada como a brasileira, cerca de 70% dos adultos têm apresentado algum grau de intolerância. Considerando a população mundial, aproximadamente 75% é intolerante à lactose.

4. Intolerância na infância

Já na infância, a não ser quando o bebê apresenta uma deficiência congênita, é raro o registro de intolerância à lactose em recém-nascidos. A intolerância costuma atingir prematuros nascidos com menos de 30 semanas. Já a intolerância adquirida, mais frequente em crianças, geralmente ocorre depois de uma infecção intestinal.

Saiba mais acessando http://leitecamponesa.com.br/zero-lactose/

 

Sem Glunten Sem Lactose - banner-retangulo-(300x250px)(1)

 

Quatro coisas sobre intolerância à lactose que você vai gostar de saber
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/quatro-coisas-sobre-intolerancia-a-lactose-que-voce-vai-gostar-de-saber/feed/ 0
A história de Josiane Oliveira http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-josiane-oliveira/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-josiane-oliveira/#comments Thu, 04 Sep 2014 11:35:36 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11439 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagem: Josiane Oliveira
Idade: 29 anos
Cidade: Pinhais – Paraná

A história

Os sintomas [...]

A história de Josiane Oliveira
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Josiane de Oliveira tem alergia à proteína do leite

Personagem: Josiane Oliveira
Idade: 29 anos
Cidade: Pinhais – Paraná

A história

Os sintomas começaram logo no primeiro ano de vida. Na época, quase nada se falava sobre intolerâncias ou alergias alimentares. Mas os sinais já apontavam que havia algo de errado.

Hoje, aos 29 anos, ela tem bem claro o seu diagnóstico: alergia à proteína do leite. Mas a rotina alimentar de Josiane, durante anos, não foi nada fácil. “Minha mãe percebeu que tinha algo errado quando eu ainda era bebê. É comum as mães introduzirem os primeiros alimentos que sejam feitos com leite ou que sejam derivados do leite a uma criança, e eu passava muito mal. Tinha falta de ar, inchava, saía manchas vermelhas pelo corpo inteiro e coçavam muito,  sofria com vômitos e parecia que eu estava com asma, o chiado no peito era insuportável”, lembra.

Preocupada com os sintomas constantes da filha, a mãe decidiu levá-la ao médico. “Como naquela época não se falava muito sobre isso, o médico apenas a aconselhou a me dar leite à base de soja , que por sinal era bem caro, e evitar certos alimentos”.

O fato de não ter um real diagnóstico acabou deixando a infância de Josiane um pouco confusa quando o assunto era alimentação. “Eu não entendia muito bem o que tinha, então sempre que me ofereciam algo, aceitava, principalmente chocolates e outros doces que as crianças adoram, só que eu passava muito mal . Só anos depois, já adolescente, fui entender que não poderia comer de tudo”, conta.

E foi assim, com o passar dos anos e com os novos recursos que iam surgindo que Josiane pôde enfim ter clareza de qual era o seu problema. Única da família a possuir uma dieta restrita, ela foi adaptando o cardápio diário, e aprendendo a lidar com os desafios. “Eu mesma preparo as refeições em casa, então fica mais simples. Hoje existe muita informação e também muitos produtos para substituir na alimentação. O site Sem Glúten Sem Lactose,me ajudou muito, inclusive, a entender melhor sobre dietas restritas”, relata.

 

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

A história de Josiane Oliveira
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-josiane-oliveira/feed/ 0
Suflê de Alface http://www.semglutensemlactose.com/receita/sufle-de-alface/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/sufle-de-alface/#comments Wed, 03 Sep 2014 14:35:49 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11437 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Essa receita é rápida, fácil, saudável e uma opção bem leve para o seu almoço ou jantar. Ah, é ideal não só para os intolerantes ao glúten e à lactose, [...]

Suflê de Alface
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Essa receita é rápida, fácil, saudável e uma opção bem leve para o seu almoço ou jantar. Ah, é ideal não só para os intolerantes ao glúten e à lactose, mas também para os vegetarianos.

DICA: Você pode usar o leite vegetal de sua preferência. Pode ser de soja, de arroz, de castanhas…

Foto e receita: Cereais Maninho.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Suflê de Alface
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
3 30minutos
Tempo Cozedura
15minutos
Porções Tempo Preparação
3 30minutos
Tempo Cozedura
15minutos
Suflê de Alface
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
3 30minutos
Tempo Cozedura
15minutos
Porções Tempo Preparação
3 30minutos
Tempo Cozedura
15minutos
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Frite a farinha de arroz na manteiga, mexa bem até dourar.
  2. Vá diluindo com leite vegetal até formar um creme homogêneo.
  3. Junte o tempero verde, o sal, a alface e as gemas. Por último, as claras em neve.
  4. Coloque numa forma refratária redonda untada e polvilhada com farinha de arroz.
  5. Asse em forno pré-aquecido por 15 minutos.

Suflê de Alface
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/sufle-de-alface/feed/ 0
Proteína natural Elafin pode ajudar doentes celíacos http://www.semglutensemlactose.com/artigos/proteina-natural-elafin-pode-ajudar-doentes-celiacos/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/proteina-natural-elafin-pode-ajudar-doentes-celiacos/#comments Mon, 01 Sep 2014 11:34:42 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11420 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Por Fernanda Oliveira Souza, formada em Educação Física pela Universidade Tiradentes e desde 2011 estuda Nutrição na Holanda.

A [...]

Proteína natural Elafin pode ajudar doentes celíacos
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Proteína natural pode auxiliar doentes celíacos

Por Fernanda Oliveira Souza, formada em Educação Física pela Universidade Tiradentes e desde 2011 estuda Nutrição na Holanda.

A doença celíaca é uma patologia autoimune  que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos à intolerância ao glúten, sendo uma das enfermidades gastrointestinais mais comuns da atualidade e que tem aumentado consideravelmente nas duas últimas décadas. Pessoas afetadas por essa doença não possuem enzimas suficientes para digerir o glúten, uma proteína que se encontra naturalmente na semente de muitos cereais como o trigo, a cevada e a aveia. Por enquanto, ainda não se conhece um tratamento capaz de curar essa deficiência e a única solução é a eliminação completa do glúten da dieta.

Porém, em um estudo recente publicado no Jornal Americano de Gastroenterologia (American Journal of Gastroenterology), cientistas do Instituto Nacional Francês de Pesquisa Agrícola (French National Institute for Agricultural Research, INRA) e do Instituto Nacional Francês de Pesquisa e Saúde (French National Institute of Health and Medical Research, INSERM) em colaboração com cientistas canadenses e suíços descobriram que uma proteína chamada Elafin pode ajudar contra a inflamação intestinal causada em pacientes celíacos. Elafin é uma proteína humana com propriedades anti-inflamatórias encontrada no tecido do trato gastrointestinal.

O estudo comparou em laboratório o tecido do intestino delgado (intestino fino) de humanos saudáveis e humanos diagnosticados com doença celíaca. Os resultados mostraram que Elafin encontra-se em menor quantidade em pacientes celíacos do que em pessoas saudáveis. Outras observações foram que Elafin é capaz de prevenir a destruição das paredes do intestino durante a inflamação causada pelo glúten e de interagir com enzimas responsáveis pela degradação anormal dessa proteína. Dessa maneira, observou-se que Elafin pode reduzir a toxicidade do glúten consideravelmente.

Nesse mesmo estudo, os cientistas propuseram uma maneira para que pacientes celíacos pudessem produzir Elafin com a ajuda de uma inofensiva bactéria chamada Lactococcus lactis. Essa bactéria é usada principalmente na produção de queijos e foi transformada de tal maneira que estimulasse no intestino a produção de Elafin. O primeiro teste usando essa técnica foi feito em ratos, também celíacos. Os resultados mostraram que a produção de Elafin através da bactéria Lactococcus lactis nos ratos diminuiu significantemente a reação inflamatória desses animais ao glúten.

Essas descobertas abrem grandes perspectivas para os pacientes celíacos, já que esse pode ser o início de novos tratamentos para a intolerância ao glúten sem a necessidade de eliminar por completo certos alimentos da dieta. Porém, por se tratar de um estudo pequeno e feito principalmente em animais, não se pode concluir que a cura foi finalmente descoberta. O que podemos concluir é que a ciência está cada dia mais perto de descobrir alternativas para que o tratamento da doença celíaca se torne mais simples e menos sacrificante.

Fonte: French National Institute for Agricultural Research (INRA), Abril 2014.

Proteína natural Elafin pode ajudar doentes celíacos
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/proteina-natural-elafin-pode-ajudar-doentes-celiacos/feed/ 0
A história de Adrielli Gonçalves http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-adrielli-goncalves/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-adrielli-goncalves/#comments Fri, 29 Aug 2014 11:56:11 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11431 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagem: Adrielli Gonçalves
Idade: 25 anos
Cidade: Maceió – AL

A história

Os [...]

A história de Adrielli Gonçalves
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Adrielli Gonçalves contou sua história com a intolerância à lactose

Personagem: Adrielli Gonçalves
Idade: 25 anos
Cidade: Maceió – AL

A história

Os problemas da Adrielli com a lactose começaram cedo. “Desde a infância eu sofria com crises de diarreia. Fui muitas vezes ao médico relatando este sintoma, mas ele sempre me passava uma medicação para determinado problema e eu não cheguei a fazer nenhum teste de alergia quando criança. Passei a minha vida convivendo com a diarreia, buscando cuidados paliativos para sanar o sintoma. Não foi nada fácil”, revela.

Em 2011, ela foi diagnosticada com a Síndrome do Intestino Irritável que estaria sendo causada pelo estresse. “No ano de 2013 comecei a perder peso de uma forma drástica e sem explicação, sentia fortes dores de estômago e não me sentia bem.  Em julho, quando estava de férias da faculdade, enfrentei o pior momento da minha vida. Tive diarreia de forma contínua, todos os dias, tudo que comia eu colocava pra fora. Foi aí que bateu o desespero! Me vi muito debilitada sem saber o porquê”, conta.

Diante disso, Adrielli procurou novamente um médico gastroenterologista que solicitou os exames de rotina e também receitou a ela um abridor de apetite, já que ela estava muito magra. “Quando voltei das férias da faculdade fui em outro médico e este, quando ouviu meu relato, me pediu uma série de exames como endoscopia, colonoscopia e os testes para intolerância ao glúten e à lactose. Fiz os exames. Deu positivo para intolerância à lactose e negativo para o glúten. E as biópsias do intestino delgado apontaram uma Ileíte Inespecífica leve e gastrite. Fiz tratamento com corticoide para diminuir a reação alérgica no intestino delgado, mas segundo o médico é uma doença crônica e tenho que me cuidar”.

Depois que recebeu todo este diagnóstico, Adrielli decidiu aprender mais sobre sua doença e passou a evitar não só a lactose, mas também o glúten. A nova rotina alimentar, no entanto, não foi fácil de encarar. “Receber esse diagnóstico aos 24 anos não foi fácil, sempre gostei muito de leite e seus derivados. Em muitos momentos me vi impaciente, sem querer cozinhar, e muita vezes não queria aceitar a nova realidade. Mas o apoio da família e dos amigos é essencial neste momento delicado. Atualmente levo uma vida saudável, aprendi a cozinhar e gostar da alimentação sem glúten e sem lactose”, confessa.

As nossas dicas e receitas aqui do site também já ajudaram muito a Adrielli! “Hoje faço biscoitos, pães, pizzas. Conheci o site e já utilizei diversas receitas, todas maravilhosas. E levo uma vida normal, sempre buscando aprender mais sobre o assunto”.

 

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

A história de Adrielli Gonçalves
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-adrielli-goncalves/feed/ 2
Trufa http://www.semglutensemlactose.com/receita/trufa/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/trufa/#comments Wed, 27 Aug 2014 13:56:45 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11427 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Com esta onda de brigadeiros gourmet, aqueles que não podem ingerir a proteína do leite acabam ficando de fora. Mas essa receitinha de trufa sem lactose pode ser a sua [...]

Trufa
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Com esta onda de brigadeiros gourmet, aqueles que não podem ingerir a proteína do leite acabam ficando de fora. Mas essa receitinha de trufa sem lactose pode ser a sua salvação!

DICAS: As trufas acompanham muito bem cafés e chás. Se preferir, disponha-as em forminhas para brigadeiro e sirva-as em festas e reuniões. Elas podem ser conservadas por até 2 dias fora da geladeira ou 5 dias em geladeira. É possível também trocar o licor de laranja Cointreau por um rum ou kirsch (licor de cereja).

Receita e foto: SupraSoy.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Trufa Sem Glúten Sem Lactose
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
30unidades 30minutos
Porções Tempo Preparação
30unidades 30minutos
Trufa Sem Glúten Sem Lactose
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
30unidades 30minutos
Porções Tempo Preparação
30unidades 30minutos
Ingredientes
Porções: unidades
Instruções de preparação
  1. Bata ½ xícara (chá) de água (100 ml), o leite em pó, as gemas, o açúcar e o cacau no liquidificador até obter uma mistura homogênea.
  2. Transfira a mistura para uma panela pequena e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até ferver. Reduza o fogo para a chama mínima e cozinhe por mais 4 minutos, ou até adquirir consistência de brigadeiro de colher (um pouco antes do ponto de brigadeiro convencional).
  3. Desligue o fogo e junte o licor de laranja. Transfira o doce para um prato ligeiramente untado com óleo e leve à geladeira para esfriar.
  4. Pegue porções do doce com uma colher de chá e, com o auxílio de outra colher de chá, modele as trufas, passando-as de uma colher para a outra.
  5. Depois, passe as trufas moldadas diretamente para um recipiente com o cacau em pó e role-as delicadamente para que toda a sua superfície fique envolta pelo cacau.

Trufa
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/trufa/feed/ 8
Intolerância aos carboidratos complexos vegetais. Qual é a solução? http://www.semglutensemlactose.com/artigos/intolerancia-aos-carboidratos-complexos-vegetais-qual-e-a-solucao/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/intolerancia-aos-carboidratos-complexos-vegetais-qual-e-a-solucao/#comments Mon, 25 Aug 2014 11:49:41 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11412 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Além da intolerância ao glúten e à lactose que nós já conhecemos, existe um grupo de pessoas que sofre de [...]

Intolerância aos carboidratos complexos vegetais. Qual é a solução?
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Intolerância aos carboidratos complexos vegetais

Além da intolerância ao glúten e à lactose que nós já conhecemos, existe um grupo de pessoas que sofre de outro mal: a dificuldade em digerir os alimentos conhecidos como carboidratos complexos vegetais, que são substâncias presentes principalmente em vegetais, mas também em cereais e grãos como aveia, cevada, milho, centeio, arroz, feijão e raízes como batatas e mandiocas.

Para essas pessoas, existe um produtinho milagroso: o Digeliv. Ele é uma enzima Alfa Galactosidase que auxilia na digestão de amidos/rafinose impedindo a fermentação bacteriana e evitando o inchaço abdominal, flatulência e o desconforto a pessoas intolerantes aos carboidratos complexos vegetais.

Cada embalagem do produto vem com 30 sachês de 2 gramas cada e para 300 gramas de carboidrato complexo vegetal que a pessoa vai ingerir, é recomendado utilizar um sachê de Digeliv. A conta parece difícil, mas vamos dar alguns exemplos para facilitar: para duas conchas de feijão ou três colheres de arroz, deve-se usar dois sachês de Digeliv; para uma porção de couve-flor, repolho, couve ou um cacho de uva, a medida será de um sachê. Para um brócolis, uma banana, uma mandioca, uma maçã ou uma batata, apenas meio sachê já será suficiente. A mesma medida vale para uma porção de milho, soja e grão-de-bico.

O Digeliv possibilita que os intolerantes aos carboidratos complexos vegetais possam voltar a usufruir dos inúmeros benefícios que este grupo de alimentos traz à saúde, como a prevenção das seguintes doenças: hipertensão, obstipação intestinal, doença diverticular dos cólons, diverticulite, câncer do intestino, obesidade e doença coronariana.

Saiba mais acessando o site www.digeliv.com.br.

Intolerância aos carboidratos complexos vegetais. Qual é a solução?
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/intolerancia-aos-carboidratos-complexos-vegetais-qual-e-a-solucao/feed/ 0
A história de Fernanda Gomes Savi http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-fernanda-gomes-savi/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-fernanda-gomes-savi/#comments Thu, 21 Aug 2014 13:14:05 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11406 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagem: Fernanda Gomes Savi
Idade: 24 anos
Cidade: Cascavel – PR

[...]

A história de Fernanda Gomes Savi
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Fernanda Savi descobriu a intolerância à lactose há cerca de um ano

Personagem: Fernanda Gomes Savi
Idade: 24 anos
Cidade: Cascavel – PR

A história
Depois de alguns exames de rotina e visitas ao médico, ela enfim pensou ter descoberto qual era o seu problema. “Comecei a ter alguns problemas com alimentação na época de faculdade, tinha 19 anos. Acho que a nova fase que estava vivendo afetou meu emocional. Fui ao médico, comentei os sintomas, entre eles muita dor abdominal, e ele diagnosticou como sendo Síndrome do Intestino Irritável”.

Mas, com o passar do tempo a dúvida começou a pairar novamente. “O médico nunca havia pedido pra eu fazer o exame de lactose, então sempre que eu comia e passava mal achava que era questão emocional mesmo. Ele não se atentou a isso, e eu fui atrás de fazer os exames. Minha irmã mais velha é intolerante, então fiquei em alerta. Comecei por conta própria a cortar o leite e derivados, e percebia melhoras no meu organismo”, conta a arquiteta Fernanda Gomes Savi, de 24 anos.

E não deu outra. O resultado do temido exame chegou, e ela teve a confirmação da intolerância à lactose, há um ano. “Passei muito mal após o exame, a ponto de ir para o pronto-socorro tomar soro, fiquei duas horas em observação”, lembra.

Desde então, Fernanda vive uma fase de adaptação. “Só tomo leite com baixa lactose, evito queijos e outros derivados, mas não é fácil. Às vezes sou teimosa, não deixo de comer, mas passo mal instantaneamente. Aí faço assim, quando vou num rodízio de pizzas, por exemplo, tomo enzimas de lactase, como uma forma de precaução”.

Outro grande desafio relatado por ela é a alimentação em família. Os pais não são intolerantes, e muitas vezes, é ela quem precisa se adequar ao cardápio deles. “Quando eu como sozinha consigo me policiar, mas em casa a tarefa não é tão simples. Minha irmã que é intolerante já é casada, então sou a minoria. Como vou mudar o hábito deles?”.

Por outro lado, os efeitos da nova rotina alimentar começam a surgir e sinalizam que Fernanda está no caminho certo. “Eu tenho como hábito correr pelo menos quatro vezes por semana, essa é a minha atividade física. E é incrível, se consumo lactose e corro, percebo que meu rendimento baixa drasticamente. Mas se me mantenho firme na dieta, o resultado é outro, muito melhor. É assim  que a gente vai conhecendo o nosso organismo, afinal preciso conviver com isso pelo resto da vida”.

Receita da Fernanda

Vitamina de frutas

  • 300 ml de leite de soja
  • 1 banana
  • 3 morangos
  • 1 colher de chá de mel

Modo de preparo
Bata no liquidificador todos os ingredientes até ficar homogêneo e sirva em um copo.

 

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

A história de Fernanda Gomes Savi
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-fernanda-gomes-savi/feed/ 1
Massa para Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim http://www.semglutensemlactose.com/receita/massa-para-lasanha-caneloni-ravioli-ou-talharim/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/massa-para-lasanha-caneloni-ravioli-ou-talharim/#comments Wed, 20 Aug 2014 12:30:23 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11397 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Quem disse que os celíacos precisam abrir mão das delícias da culinária italiana? Com essa receitinha, você pode fazer Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim sem glúten. Não perca tempo!

DICA: [...]

Massa para Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Quem disse que os celíacos precisam abrir mão das delícias da culinária italiana? Com essa receitinha, você pode fazer Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim sem glúten. Não perca tempo!

DICA: Se você não é muito boa na cozinha, assista o vídeo e veja como essa receita é fácil de fazer.

Receita: Urbano Alimentos.
Veja mais em Índice de Receitas.

Conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Massa para Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
20minutos
Tempo Cozedura
20 minutos
Tempo Preparação
20minutos
Tempo Cozedura
20 minutos
Massa para Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
20minutos
Tempo Cozedura
20 minutos
Tempo Preparação
20minutos
Tempo Cozedura
20 minutos
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Coloque a farinha preparada numa bacia grande, abra um buraco na farinha e coloque o óleo, os ovos e o sal.
  2. Misture bem, vá colocando água aos poucos, sempre sovando, cuidando para não colocar água demais.
  3. Sove até obter uma massa dura e homogênea.
  4. Para fazer a lasanha, abra a massa numa superfície enfarinhada com um rolo enfarinhado e corte em retângulos com cerca de 10cm a 15cm de comprimento.
  5. Cozinhe-os um por um em água fervente levemente salgada.
  6. Retire com uma escumadeira e reserve-os em cima de guardanapos de pano.
  7. Monte a lasanha com o recheio que preferir.
  8. Pré-aqueça o forno em 220°C e asse por cerca de 20 minutos.

Massa para Lasanha, Caneloni, Ravioli ou Talharim
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/massa-para-lasanha-caneloni-ravioli-ou-talharim/feed/ 0
Prepare sopas mais leves e nutritivas neste inverno http://www.semglutensemlactose.com/artigos/prepare-sopas-mais-leves-e-nutritivas-neste-inverno/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/prepare-sopas-mais-leves-e-nutritivas-neste-inverno/#comments Mon, 18 Aug 2014 14:13:58 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11388 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

As receitas que não levam glúten ou lactose evitam que você fique [...]

Prepare sopas mais leves e nutritivas neste inverno
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Sopas leves e nutritivas sem glúten e sem lactose

As receitas que não levam glúten ou lactose evitam que você fique com a sensação de estômago pesado

É só as temperaturas caírem pra que a gente já sinta vontade de preparar uma sopa bem quentinha no almoço e no jantar! Mas este prato que parece ser saudável e pouco calórico pode se transformar em uma armadilha para o seu estômago dependendo dos ingredientes usados na receita.

Eu tenho um segredinho para que você possa tomar sopa todos os dias sem sentir que ficou com o estômago pesado demais: excluir das receitas alimentos que contenham glúten ou lactose. Assim, na maioria das vezes, as sopas ficam mais leves e nutritivas.

Para te ajudar a variar o cardápio nos dias frios sem abrir mão do sabor e da leveza, temos quatro receitinhas super fáceis de fazer:

Creme de tomate

Você vai precisar de 900 gramas de tomates maduros, 2 cubos de caldo de carne, 1 colher de sopa de açúcar, 1 colher de chá de sal, 1 folha de louro, 1/4 colher de chá de manjericão seco, 1/4 colher de chá de pimenta do reino em pó, 110 gramas de margarina sem leite (ou manteiga para quem não tem intolerância à lactose), 5 colheres de sopa de farinha de arroz ou fécula de batata e 1 litro de leite vegetal sem sabor.

Para começar, retire as sementes e peles dos tomates e amasse-os. Coloque em uma panela grande em fogo médio e junte o caldo de carne, açúcar, sal, manjericão, louro e pimenta. Deixe ferver e, em seguida, reduza o fogo e cozinhe por 30 minutos. Em outra panela em fogo médio, derreta a manteiga e acrescente a farinha de arroz de uma só vez para formar um roux (base do molho branco), e cozinhe por 1 minuto. Misture o leite vegetal, um pouco de cada vez, cozinhando e mexendo sempre até engrossar.

Esta é uma maneira fantástica de fazer uso de tomates frescos e maduros em abundância e o resultado é uma sopa bem cremosa que acompanha muito bem torradinhas.

Sopa de abóbora

A abóbora é rica em fibras e agentes antioxidantes (vitamina C, betacaroteno). Para enriquecer ainda mais, podemos incluir o espinafre (que tem ferro, magnésio, vitamina A, C e K, importantes na saúde óssea) e o gengibre (que é anti-inflamatório, alivia enjoos e melhora a imunidade).

Para esta receita os ingredientes são 1 cebola picada, 2 dentes de alho picados, 500 gramas de abóbora de pescoço descascada, 1 colher de chá de sal, 1/2 maço de espinafre, 1 colher de sobremesa de gengibre fresco ralado e ervas desidratadas à gosto.

Comece refogando a cebola e o alho. Acrescente a abóbora, o sal e cubra com água. Cozinhe em fogo baixo até a abóbora ficar macia. Depois de cozida, bata no liquidificador até adquirir consistência de creme. Depois de batida coloque de volta na panela caso precise aquecer novamente, acrescente o espinafre e aguarde amolecer. Por fim, coloque o gengibre na hora de servir.

Sopa de cenoura e gengibre

Mais uma receita nutritiva e muito fácil de preparar. A cenoura traz benefícios para os olhos, a pele, os cabelos, as mucosas, os ossos e o sistema imunológico; previne úlceras, reumatismo e arteriosclerose. Já o gengibre é ótimo para eliminar as toxinas do corpo e ajudar na digestão, além de ser um antibiótico natural e um dos grandes descongestionantes da natureza.

Para esta receita você vai precisar de 5 cenouras, 5 batatas, 1 pedaço pequeno no gengibre, 1 cebola, azeite de oliva a gosto, sal a gosto, pimenta a gosto e ½ litro de água. Descasque a cenoura e a batata e corte em pedaços menores. Coloque para cozinhar em uma panela com água fervente, até ficar bem molinha. Escorra a água e deixe esfriar. Bata a batata e a cenoura no liquidificador com o gengibre e a água. Em uma panela, refogue a cebola no azeite, acrescente o conteúdo do liquidificador, tempere com sal e pimenta e deixe apurar. Sirva a seguir com ervas de sua preferência.

Sopa de mandioquinha

Esta é uma receita que pode ser vegetariana ou mais proteica com a adição de frango, conta Débora. Os ingredientes são: 400 gramas de mandioquinha, 1 cebola, 1 colher de sobremesa de azeite de oliva, 1 litro de água, cebolinha a gosto,  sal e pimenta a gosto.

Para iniciar o preparo, descasque a mandioquinha e corte em pedaços. Em seguida, cozinhe em uma panela com água fervente até ela ficar bem molinha. Escorra e deixe esfriar. Bata no liquidificador a mandioquinha com a água. Em uma panela refogue a cebola no azeite e acrescente a mandioquinha batida, tempere com sal e pimenta e deixe apurar. Decore com o cheiro verde na hora de servir.

Prepare sopas mais leves e nutritivas neste inverno
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/prepare-sopas-mais-leves-e-nutritivas-neste-inverno/feed/ 0
A história de Marlise Carvalho http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-marlise-carvalho/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-marlise-carvalho/#comments Thu, 14 Aug 2014 12:00:22 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11381 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagem: Marlise Carvalho
Idade: 31 anos
Cidade: Maceió – Alagoas

A história

Café com leite, vitamina de banana, iogurtes e bolos [...]

A história de Marlise Carvalho
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Marlise Carvalho

Personagem: Marlise Carvalho
Idade: 31 anos
Cidade:
Maceió – Alagoas

A história

Café com leite, vitamina de banana, iogurtes e bolos eram algumas das delícias bem presentes na mesa dela. O leite e seus derivados sempre foram indispensáveis no cardápio, até que algumas crises de cólicas passaram a indicar que algo estava errado.

“Vivia dizendo que não viveria sem leite, e olha só como o mundo dá voltas”, conta a arquiteta Marlise Carvalho, que descobriu ser intolerante à lactose há três anos. O período entre idas e vindas ao médico até o real diagnóstico, não foi nada fácil. “Cheguei a pensar que tinha uma doença gravíssima”, lembra.

Os exames apontaram uma intolerância grave, e aceitar uma nova adaptação na rotina alimentar foi o maior desafio. “Desde a descoberta passei por diversas fases, que acredito que quase todos os intolerantes passam. Primeiro, na fase da negação, você quer acreditar que aquilo ali nem é tão grave assim, afinal uma dorzinha de barriga não mata ninguém. Logo depois vem a fase da enzima: você toma lactase de manhã, de tarde e de noite e passa o outro dia super mal. Depois chegamos à fase dos produtos com enzima (os “zero” lactose): o leite de vaca, queijo e requeijão finalmente voltam para sua mesa, mas após três dias de consumo causam sintomas até piores que os da lactose, pelo menos em mim”, conta.

Mas encarar o problema foi preciso, e ela bem sabe disso. “Agora me encontro buscando uma maneira de me conformar com essa condição e também estou na fase de descobertas de receitas e produtos livres de qualquer traço de leite. Hoje posso dizer que somente isso traz qualidade pra minha vida, mesmo existindo aqueles dias em que saio um pouco da dieta, e me arrependo logo depois. Mas isso também faz parte de todo esse aprendizado”.

A arquiteta conta, que decidiu participar do ‘Sua História’, primeiro como uma forma de desabafo, mas também como motivação para quem recentemente descobriu a intolerância e não sabe como lidar com tudo isso.

Se identificou com alguma situação vivida pela Marlise? Siga o exemplo dela e compartilhe sua experiência com a gente. Ela pode trazer boas lições e coragem pra muitas pessoas!

Receita da Marlise

Torta de maçã
Ingredientes:

  • 3 maçãs cortadas em cubinhos;
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 xícara de açúcar;
  • 1 colher de fermento em pó;
  • 3 ovos;
  • 100 gramas de creme vegetal (sem lactose).

Modo de fazer
Coloque as maçãs em um refratário e pingue algumas gotinhas de limão para não escurecer. Misture a farinha de trigo com o açúcar e o fermento e coloque sobre as maçãs. Bata os ovos e coloque sobre a mistura de farinha e açúcar. Coloque o creme vegetal para derreter no micro-ondas e despeje por cima das demais camadas. Polvilhe açúcar e canela por cima e coloque no forno por aproximadamente 20 minutos, ou até dourar.

 

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

A história de Marlise Carvalho
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-marlise-carvalho/feed/ 0
Fudge de Alfarroba http://www.semglutensemlactose.com/receita/fudge-de-alfarroba/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/fudge-de-alfarroba/#comments Wed, 13 Aug 2014 12:39:26 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11378 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Esta receita vai te deixar com água na boca! O fudge é um doce de origem norte-americana muito fácil e rápido de fazer. É uma sobremesa normalmente feita com chocolate, [...]

Fudge de Alfarroba
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Esta receita vai te deixar com água na boca! O fudge é um doce de origem norte-americana muito fácil e rápido de fazer. É uma sobremesa normalmente feita com chocolate, mas aqui vamos substituir este ingrediente pela alfarroba, que tem cara de chocolate, gosto de chocolate, mas não é chocolate e, o melhor de tudo, é isenta de lactose, glúten e açúcar!

DICA: Substitua a castanha do Brasil por nozes ou outras castanhas para variar sua receita.

Receita e foto: Mundo Verde.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

 

Fudge de Alfarroba
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 3
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Fudge de Alfarroba
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 3
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Bater todos os ingredientes no liquidificador ou processador, exceto as sementes de linhaça. Bata até ficar cremoso.
  2. Acrescente as sementes de linhaça e processe de novo até as sementes desaparecerem na massa.
  3. Num tabuleiro untado com óleo de coco, derrame a massa uniformemente. Congele por 2 horas.
  4. Corte em pedaços e congele de novo, antes de servir.

Fudge de Alfarroba
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/fudge-de-alfarroba/feed/ 12
Um banquete de presente para o seu Pai http://www.semglutensemlactose.com/artigos/um-banquete-de-presente-para-o-seu-pai/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/um-banquete-de-presente-para-o-seu-pai/#comments Fri, 08 Aug 2014 11:18:33 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11364 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos


Um banquete de presente para o seu pai que tem intolerância alimentar

O segundo domingo de agosto costuma ter sempre [...]

Um banquete de presente para o seu Pai
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

dia dos pais_almoço

Um banquete de presente para o seu pai que tem intolerância alimentar

O segundo domingo de agosto costuma ter sempre o mesmo cenário: a família toda reunida em volta da mesa para o almoço. Como o dia é dedicado a agradar o homem da casa e chefe da família, quem costuma ir para a cozinha são os filhos. O problema é conseguir pensar em um cardápio para o pai que é intolerante ao glúten ou à lactose, né? Então, problema resolvido!

Separamos algumas receitas especiais e nada básicas que você pode preparar para o almoço do seu pai se transformar em um verdadeiro banquete. Afinal, é isso que ele merece!

Para começar, que tal uma Bacalhoada super saborosa? A receita leva tomate, batatas, pimentão, ovos cozidos, azeitona, azeite e é simples demais de preparar. Um ótimo cardápio para aquele pai que gosta de frutos do mar! Outra sugestão, e essa vem lá do Espírito Santo, é a Moqueca Capixaba, feita com camarões e postas de peixe. Os demais ingredientes e o passo a passo desta receita estão aqui.

Boa pedida também é o Escondidinho de Mandioca com Carne Seca, que além de ser um prato mais refinado, digno das refeições de domingo, é quase unanimidade na mesa. Difícil encontrar alguém que não goste. A receita está aqui.

Já se o seu pai é do tipo italiano e adora uma boa massa, que tal preparar uma macarronada um Molho de Mignon ao Creme de dar água na boca? Entre os ingredientes desta receita está o caldo de carne sem glúten e o creme de soja, para substituir o creme de leite.

Se você tem o costume de tomar um cafezinho logo depois do almoço, temos também duas sugestões diferentes e deliciosas: o Café Havaiano, que leva leite de coco, e o Café Cremoso com raspas de chocolate e canela em pó!

Veja todas as nossas receitas no Índice de Receitas e bom apetite :)

Um banquete de presente para o seu Pai
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/um-banquete-de-presente-para-o-seu-pai/feed/ 2
A história de Jéssica Mesquita http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-jessica-mesquita/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-jessica-mesquita/#comments Thu, 07 Aug 2014 10:30:50 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11339 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagem: Jéssica Mesquita
Idade: 23 anos
Cidade: Brasília – DF

 

A história

A [...]

A história de Jéssica Mesquita
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Jéssica Mesquita de Brasília conta sua experiência sem glúten

Personagem: Jéssica Mesquita
Idade: 23 anos
Cidade: Brasília – DF

 

A história

A adolescência talvez seja a fase da nossa vida em que mais comemos ‘besteiras’. É bolacha, chips, salgadinhos fritos, chocolate, lanches, pizzas. Tudo o que não é lá muito bom para o nosso organismo. Mas abrir mão destes alimentos nem passa pela cabeça de quem está vivendo a puberdade e lidando com coisas novas todos os dias. No caso da Jéssica Mesquita, a má alimentação teve consequências a curto prazo. “Sempre fui magra e sempre tive dificuldade de ganhar peso e facilidade de perder, fragilidade nas unhas e nos cabelos. Comecei a trabalhar de aprendiz e realmente comia muita besteira: salgados e mais salgados na rua, às vezes eram dois por dia e fritos. Não sei, mas ainda penso que isso realmente ‘desabrochou’ e agravou os sintomas que viriam posteriormente. Em 2008, eu estava de férias do serviço e na metade das minhas férias comecei a passar muito mal. Tudo que eu comia como bolo, biscoito, pão e  etc me fazia mal. Meu pai me levou de um hospital para outro e sempre os médicos davam o mesmo diagnóstico: gastrite. Fui medicada e melhorei, mas nunca mais fui a mesma. Passei  cerca de um ano e meio com mal-estar gastrointestinal. Meus pais me levaram a diversos médicos e ninguém conseguia dar o diagnóstico correto, mesmo eu fazendo exames de endoscopia e tudo”, lembra.

A situação só começou a ganhar novos rumos quando a Jéssica conhece um médico especialista em endocrinologia. “O Dr. Gustavo Franklin estava atendendo na emergência do hospital e me deu o cartão dele pra marcar a consulta. Na consulta, contei minha situação para ele, ele fez o cálculo do IMC e viu que estava muito baixo. Então, pediu alguns exames de sangue e o de intolerância à lactose e ao glúten estava entre eles. Fiz os exames e graças a Deus o exame para intolerância à lactose deu tudo ok, mas quando peguei o resultado e vi o resultado pra anti-transglutaminase levei um susto! Estava muito acima do normal. Fiquei preocupada, mas não tinha a mínima ideia do que aquele resultado queria dizer”, conta.

Quando retornou ao médico levando os resultados dos exames e também a última endoscopia, veio o diagnóstico final: doença celíaca. “Chegando ao hospital, o doutor olhou os exames, olhou pra mim e disse ‘a partir de hoje você não vai comer nada que contenha glúten’.  E eu disse que tudo bem, mas não fazia ideia de que praticamente TUDO que eu gostava tinha glúten. Ele ainda me indicou uma profissional nutricionista para me passar uma dieta eficaz e recomendou que eu fizesse academia”.

Jéssica seguiu as recomendações nutricionais, mas o processo de adaptação à nova rotina alimentar não foi nada fácil. “Teve umas três vezes que eu quebrei a dieta e comi pizza, não consegui me segurar. Às vezes eu chorava por ver meus amigos e até mesmo familiares comendo coisas gostosas e eu lá só olhando ou comendo alguma coisa que eu não gostava”, relata.

E foi justamente na internet e em blogs como o Sem Glúten Sem Lactose que ela descobriu que viver sem o glúten poderia ser mais fácil.  “Ultimamente, com a descoberta de blogs, de receitas, de lojas que tenham produtos glúten free tem sido mais fácil para mim. Realmente os gostos não são iguais, mas é melhor do que nada, até porque estou me acostumando. O site “Sem Glúten e Sem Lactose” tem me ajudado muito, pois os produtos prontos às vezes têm o preço bem salgado e a maioria das receitas do site tem os ingredientes do dia-a-dia, fáceis, bem mais baratos e que rendem muito. E o melhor: as receitas são ótimas e ficam uma delicia. A última que fiz foi o bolo de chocolate sem farinha. Tinha visto um bolo de chocolate na padaria e me deu água na boca! Resolvi fazer a receita do site e ficou uma delícia”, conta.

Você também descobriu a doença celíaca recentemente e está passando por essa fase de adaptação à nova dieta? Compartilhe a sua história com a gente. Ela pode ajudar muitas outras pessoas!

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

A história de Jéssica Mesquita
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-jessica-mesquita/feed/ 0
Cookies sabor Banana http://www.semglutensemlactose.com/receita/cookies-sabor-banana/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/cookies-sabor-banana/#comments Wed, 06 Aug 2014 11:35:59 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11357 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Que receita mais linda, cheirosa e gostosa. Base americana (cookies) com ingrediente brasileiro (banana). Que mistura que deu certo! Faça que tenho certeza que você não irá se arrepender.

DICA: [...]

Cookies sabor Banana
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Que receita mais linda, cheirosa e gostosa. Base americana (cookies) com ingrediente brasileiro (banana). Que mistura que deu certo! Faça que tenho certeza que você não irá se arrepender.

DICA: Substitua as passas e amêndoas por outros ingredientes como gotas de chocolate sem lactose ou gotas de alfarroba, castanhas de caju picadas, damascos secos picados e nozes picadas.

Receita e foto: Suprasoy.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual.

 

 

Cookies de Banana
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 5
Classificação: 3
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
15cookies de 13 g cada 20minutos
Porções Tempo Preparação
15cookies de 13 g cada 20minutos
Cookies de Banana
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 5
Classificação: 3
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
15cookies de 13 g cada 20minutos
Porções Tempo Preparação
15cookies de 13 g cada 20minutos
Ingredientes
Porções: cookies de 13 g cada
Instruções de preparação
  1. Em uma tigela, misture o açúcar, o óleo e a baunilha.
  2. Junte o leite de soja em pó, o amido de milho, o fermento e a canela, e misture com as pontas dos dedos até formar uma farofa.
  3. Para dar o ponto da massa, acrescente, uma a uma, as colheres de suco e misture com as mãos até que forme uma massa consistente e unida.
  4. Junte as amêndoas e passas, separe a massa em 15 bolinhas, achate-as formando um disco de ½ dedo de espessura e coloque-as em uma assadeira untada com óleo ou forrada com papel manteiga, deixando uma distância de 2 dedos entre elas.
  5. Leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, por 10 minutos. Retire da assadeira, deixe esfriar e sirva em seguida.

Cookies sabor Banana
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/cookies-sabor-banana/feed/ 8
Saiba mais sobre a Alergia ao Ovo http://www.semglutensemlactose.com/artigos/saiba-mais-sobre-a-alergia-ao-ovo/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/saiba-mais-sobre-a-alergia-ao-ovo/#comments Mon, 04 Aug 2014 11:00:24 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11307 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Por Fernanda Oliveira Souza*

Entre as principais alergias alimentares, o ovo é o segundo maior causador [...]

Saiba mais sobre a Alergia ao Ovo
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

O ovo é o segundo maior causador de alergias

Por Fernanda Oliveira Souza*

Entre as principais alergias alimentares, o ovo é o segundo maior causador de alergias em vários países, perdendo apenas para o leite de vaca. Crianças entre seis meses e cinco anos costumam ser as mais afetadas, mas nos últimos anos o diagnóstico em adultos tem aumentado consideravelmente.

A alergia ao ovo é definida como uma reação adversa do sistema imunológico induzida pelas principais proteínas do ovo: a ovalbumina e a ovamucoide. Essas proteínas encontram-se na clara do ovo, porém é possível encontrar resquícios na gema. Os primeiros sintomas costumam aparecer imediatamente ou até duas horas após o consumo de ovo. O sintoma mais comum é dermatite atópica e em casos severos choque anafilático.

Outros sintomas são tosse seca e constante, espirros, dificuldade em respirar, secreção nasal, dor abdominal, náuseas, vômitos, cólicas intestinais, diarreia, constipação e presença de muco ou sangue nas fezes. Não se sabe exatamente o que leva um indivíduo a desenvolver alergia ao ovo. O que se sabe é que, ao completar quatro anos, praticamente 50% das crianças não apresentam mais os sintomas e podem consumir ovo normalmente. Mas isso infelizmente não é uma regra, já que algumas crianças voltam a apresentar problemas após algum tempo.

Outra curiosidade é que o ovo cozido ou frito costuma ser mais tolerado que o ovo cru. Isso se deve, entre outros fatores, ao comportamento das proteínas durante o aquecimento. O cozimento provoca um processo chamado desnaturação das proteínas, que nada mais é que a mudança de estrutura desse componente fazendo com que a proteína perca suas propriedades, tornando-se inofensiva para o sistema imunológico (lembrando que isso não vale para todas as proteínas; em outros alimentos o aquecimento pode justamente potencializar o poder alergênico). Mas essa reação também varia de pessoa para pessoa, o que torna essencial um acompanhamento nutricional durante a (re) introdução de ovo na dieta.

Como em outras alergias, o único tratamento é a completa eliminação de ovo da dieta. Uma tarefa difícil, já que o ovo é utilizado para diversas finalidades na culinária. Alimentos que contêm ovos são: bolos, tortas, pães, brownies, pudim, molho pronto para saladas (molho tártaro), mousses, massas, noodles, alimentos empanados (nuggets, bife à parmegiana), sorvetes, chocolates, alguns doces, maionese, achocolatado em pó, marzipã, nougat, almôndegas, salsichas, panquecas, substitutos de ovos comercias.

Não apenas alimentos, mas vacinas e alguns medicamentos apresentam ingredientes derivados do ovo na sua composição. É o caso das vacinas contra febre amarela e contra gripe aviária (Influenza). Portanto, sempre informe ao médico sobre a alergia antes de tomar uma dessas vacinas. Esses são os principais ingredientes derivados do ovo: albumina, globulina, lecitina (a de soja não tem problema), fosfolipídio, ovo desidratado, avidin, conalbumina, gema, proteína, vitelina, lisozima e tudo que comece com “ovo” como ovovitellin, ovoglobuline, ovomucin, ovomucoide, ovosucrol, ovotransferrina. Alimentos cujo rótulo apresenta as palavras binder, coagulante e emulsificante também devem ser evitados.

Mas o que usar como substituto? Depende da finalidade do ovo na receita. Quando o ovo é responsável por dar liga ou firmeza a uma massa, ele pode ser substituído pelos seguintes alimentos:

a) Semente de linhaça moída: a semente pode ser moída no liquidificador em grande quantidade e conservada no freezer sem que perca seus nutrientes. Misture numa tigela 1 colher de sopa da semente moída com 3 colheres de sopa de água e deixe descansar por até 2 minutos. Em seguida retire o líquido restante e use a mistura como substituto nas receitas de panquecas, bolos e biscoitos. Cada ovo equivale à 2 colheres de sopa dessa mistura.

b) Fermento químico: usado para substituir o ovo em pães, mas também pode ser usado como ligante. Misturar numa tigela 1 ½ colher de sopa de água, 1 ½ colher de sopa de óleo e 1 colher de chá de fermento em pó e em seguida acrescentar à receita (1 mistura para cada ovo)

c) Polvilho azedo: ideal para biscoitos de polvilho e pão de queijo. Dissolver 1 xícara de polvilho azedo em uma tigela com água. Coloque numa panela e mexa até dar o ponto de clara de ovo.

Já quando o ovo é usado em receitas frias ou líquidas, o ideal é usar gelatina sem sabor ou maisena. Dissolver 1 pacote de gelatina sem sabor em 2 colheres de sopa de água morna e misturar bem. Para maisena: dissolver completamente 1 colher de sopa de maisena em 2 colheres de sopa de água e adicionar à receita.

O ovo, geralmente a gema, também é usado para pincelar massas. Nesse caso, ele deve ser substituído por um pouco de manteiga sem sal ou purê de damasco ou pêssego.

Como dito anteriormente, a melhor maneira de tratar uma alergia é evitar a causa do problema. Ler rótulos de embalagens, testar novas receitas e sem dúvida ser acompanhado por um profissional é imprescindível para o sucesso do tratamento e também para evitar crises.

*A autora é formada em Educação Física pela Universidade Tiradentes e desde 2011 estuda Nutrição na Holanda. 

Referências:

Em inglês:
Caubet & Wang. 2011. Current understanding of egg allergy. Pediatr Clin North, 58(2): 427–443

Em holandês:
Stichting Voedselallergie: http://www.voedselallergie.nl/allergenen/18-ei.html#aanduidingen-op-het-etiket-voor-ei (esse é o site da Associação Holandesa de Alergia Alimentar utilizado no meu curso sobre alergia na faculdade. Também usei material das aulas no texto, mas esse não está disponível online).

Saiba mais sobre a Alergia ao Ovo
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/saiba-mais-sobre-a-alergia-ao-ovo/feed/ 0
Bolo Cremoso de Milho http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-cremoso-de-milho/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-cremoso-de-milho/#comments Tue, 29 Jul 2014 23:49:04 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?post_type=recipe&p=11324 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

A nossa leitora Ypoliana Sartori testou essa receita de bolo cremoso de milho que passou no programa da Ana Maria Braga dias atrás. De acordo com ela, a consistência fica [...]

Bolo Cremoso de Milho
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

A nossa leitora Ypoliana Sartori testou essa receita de bolo cremoso de milho que passou no programa da Ana Maria Braga dias atrás. De acordo com ela, a consistência fica mais molinha mesmo assando por mais de 1 hora. O bolo fica com textura quase semelhante a de pudim.

DICA: Sirva o bolo com um cafezinho ou um chá. Bolo de milho quentinho combina com bebidas quentinhas também! E não esqueça de polvilhar canela em pó por cima, vai dar um aroma especial.

Receita e foto: Mais Você. Clique e veja também o vídeo de como preparar o bolo.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Bolo Cremoso de Milho
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 7
Classificação: 4.14
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
1hora
Tempo Cozedura
45minutos
Tempo Preparação
1hora
Tempo Cozedura
45minutos
Bolo Cremoso de Milho
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 7
Classificação: 4.14
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
1hora
Tempo Cozedura
45minutos
Tempo Preparação
1hora
Tempo Cozedura
45minutos
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Em um liquidificador, coloque 2 xícaras (chá) de leite de coco, 3 ovos, 3 colheres (sopa) de manteiga, 1 ½ xícara (chá) de açúcar, 2 ½ xícaras (chá) de milho debulhado e bata bem.
  2. Com o liquidificador ainda ligado adicione 3 colheres (sopa) de amido de milho, 1 colher (sopa) de fermento em pó e bata até misturar.
  3. Transfira a mistura de milho para uma assadeira retangular (33 cm X 21 cm) untada com manteiga e leve ao forno médio pré-aquecido a 180º C por aproximadamente 45 minutos. Retire do forno e deixe esfriar.
  4. Corte em quadrados e sirva em seguida.

Bolo Cremoso de Milho
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-cremoso-de-milho/feed/ 2
Alimentação de rei no café da manhã http://www.semglutensemlactose.com/artigos/alimentacao-de-rei-no-cafe-da-manha/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/alimentacao-de-rei-no-cafe-da-manha/#comments Mon, 28 Jul 2014 13:11:59 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11276 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

A moleza acabou, as férias do meio do ano já [...]

Alimentação de rei no café da manhã
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Um café da manhã com frutas é essencial para as crianças e adolescentes

A moleza acabou, as férias do meio do ano já terminaram e as aulas recomeçaram!

Por Maybe Cristina Milan Lemos*

A volta às aulas pode complicar nossa alimentação, pois as crianças e os adolescentes acabam se adaptando a uma nova rotina durante o período em que ficaram de folga como, por exemplo, dormir até mais tarde. E com esse retorno à velha rotina precisam pular cedo da cama, o que não é fácil principalmente quando cinco ou dez minutos a mais parecem horas de descanso. Porém, esses minutos podem comprometer ou até mesmo omitir a nossa principal refeição do dia, o café da manhã.

Temos que considerar que passamos as últimas sete ou oito horas dormindo e sem nos alimentarmos, portanto, devemos dar muita atenção sim a essa refeição. A falta do café da manhã afeta o metabolismo de todas as pessoas, principalmente de quem vai à escola ou à universidade.

Um bom café da manhã garante boa energia para começarmos o dia e ainda repõe as energias gastas pelo corpo durante as horas de sono, pois apesar da aparente inatividade do corpo, os órgãos continuam trabalhando e queimando calorias. O cérebro, por exemplo, consome muita glicose.

O café da manhã é essencial para as crianças e adolescentes, independente do horário, ele evita que os mesmos fiquem irritados, permite uma maior concentração durante as aulas, pois a capacidade de raciocínio e concentração depende da disponibilidade de energia para o organismo. Outro fator importante para não ficar sem a primeira e principal refeição é o risco de ter uma hipoglicemia, ou seja, uma diminuição do açúcar no sangue. A hipoglicemia mais grave reduz o suprimento de glicose ao cérebro, provocando tontura, confusão mental, fadiga, cefaleias, incapacidade de concentração, alterações visuais, convulsões e até o coma (em casos mais graves).

Outro fator importante do café da manhã diz respeito à alta prevalência de obesidade. Estudos demonstram que as crianças e os adolescentes que não tomam café da manhã têm maior chance de se tornarem obesos. Isso pode ser explicado pelo fato de não tomarem café da manhã, mas ficarem “beliscando” alimentos nesse período que antecede ao almoço. Na escola ou na faculdade, essa “beliscada” pode ser feita com alimentos ricos em calorias e pobres em nutrientes, como por exemplo, salgadinhos, frituras, doces, etc.

Já sabemos que não se pode ficar sem tomar o café da manhã, agora precisamos saber o que comer. Pelo menos 25% das nossas calorias totais do dia devem ser consumidas no café da manhã. Portanto, devemos nos deter à quantidade e principalmente à qualidade desses alimentos. É importante, portanto, que você consuma alimentos pertencentes a cada um dos grupos a seguir:

Uma fonte de carboidrato:

Os carboidratos são os alimentos que nos garantem energia para repor o que foi gasto durante o sono e nos manter bem até a próxima refeição, sendo também a principal fonte de energia para o cérebro. Escolha entre cereais matinais (como flocos de arroz, trigo, aveia ou milho), pães, torradas, biscoitos, etc. Dê preferência às versões sem glúten, sem lactose e integrais desses produtos, pois elas contêm maior quantidade de fibras, que auxiliam no bom funcionamento do intestino e dão maior saciedade.

Uma fonte de proteínas:

As proteínas estão presentes no nosso organismo, fazem parte dos nossos músculos, pele, cabelos, unhas, dos anticorpos, entre outros. São fontes de proteínas:

– Leites sem lactose e seus derivados são boas opções para o café da manhã, pois além de fornecerem vitaminas, também garantem boas quantidades de cálcio.
– Peito de peru, chester, presunto magro e ovos também fornecem proteínas e podem ser incluídos nessa refeição, mas vale a pena ressaltar que esses alimentos fornecem proteínas, mas não são fontes de cálcio.

Uma fonte de vitaminas e minerais:

Para garantir o equilíbrio do organismo, nunca deixe de acrescentar frutas, in natura ou sucos, no seu café da manhã. Procure variá-las, pois cada uma possui diferentes quantidades de vitaminas e minerais. As frutas também são ótimas fontes de fibras para o organismo.

Uma fonte de gordura:

As gorduras têm também sua importância, principalmente na reserva de energia e pelo seu poder de saciedade. As fontes de proteínas, geralmente, são também fornecedoras de gorduras, principalmente pela gordura do leite. A margarina também fornece boa quantidade de gordura. Porém, como já é bem conhecido, devemos moderar o consumo de gorduras para evitar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Veja alguns exemplos de café da manhã

· Opção 1: 2 fatias de pão integral sem glúten e sem lactose com geleia; 1 copo de vitamina de mamão (fonte de carboidrato e gorduras e fonte de vitaminas, minerais, fibras, proteínas e cálcio). Usar leite sem lactose ou algum leite vegetal de sua preferência.
· Opção 2: 1 xícara de cereal matinal sem glúten; uma xícara de leite sem lactose e uma porção de fruta (fonte de vitaminas, minerais, cálcio, carboidrato, proteína e gordura).
· Opção 3: Uma porção de granola sem glúten, uma porção de fruta e uma fatia de queijo branco sem lactose (fonte de vitaminas, minerais, cálcio, carboidrato e proteína).

Opções para os lanches do intervalo na escola ou na universidade

· Suco de frutas;
· Frutas;
· Barra de cereal sem glúten;
· Bolacha integral doce ou salgada sem glúten;
· Iogurte sem lactose ou de soja.

*Maybe Cristina Milan Lemos é nutricionista especialista em nutrição clínica. Ela é a idealizadora do projeto ‘Salada de Frutas’, em parceria com a artista plástica Yvy Capponi. Foi a preocupação com a saúde das crianças que a motivou a elaborar um livro para destacar a importância do consumo de frutas. Uma forma de levar conhecimento, incentivar a leitura e a alimentação saudável ao universo infantil, de uma maneira descontraída. Você pode fazer parte desse projeto contribuindo. Acesse http://www.catarse.me/pt/livrosaladadefrutas e saiba mais!

Alimentação de rei no café da manhã
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/alimentacao-de-rei-no-cafe-da-manha/feed/ 0
Quiche de Alho Poró com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/quiche-de-alho-poro-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/quiche-de-alho-poro-com-lactosil/#comments Fri, 25 Jul 2014 17:26:10 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10831 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal, muitas pessoas me pedem receita de quiche. Junto com o Lactosil pensamos nessa receita que é especial! É sem glúten, e você pode usar o Lactosil para não [...]

Quiche de Alho Poró com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal, muitas pessoas me pedem receita de quiche. Junto com o Lactosil pensamos nessa receita que é especial! É sem glúten, e você pode usar o Lactosil para não ter os incômodos da indigestão do leite e derivados. Olha só como é fácil e fica deliciosa:

quiche

Quiche de Alho Poró

Ingredientes para a massa:

200g de fécula de batata
200g de creme de arroz
1 pitada de sal
2 colheres de sopa cheias de creme vegetal
1 colher de sopa de óleo vegetal

Ingredientes para o recheio:

1 copo de requeijão
1 ricota pequena com sal
300g de alho poró
1 cebola grande

Modo de preparo:

Recheio:

1- refogar a cebola com uma colher de sopa de óleo, ate dourar.
2- acrescente o alho poró e refogue.
3- Desligue o fogo e acrescente a ricota e o requeijão.*
4- Misture bem até ficar homogêneo.

Massa:

1- misture a fécula de batata, creme de arroz, óleo, margarina e sal até formar uma massa.
2- Coloque-a na forma e acrescente o recheio. Leve ao forno até dourar.

Modo de uso Lactosil:

2 sachês de 10.000 ALU ou 4 sachês de 4.000 ALU*

*É necessário esperar 1 hora antes de colocar ao fogo, para que a enzima faça seu efeito em temperatura menor que 60 graus.
**Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos com lactose, variável por condições de temperatura e tempo de ação.

Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos.

Para maiores informações acesse www.lactosil.com.br.

Quiche de Alho Poró com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/quiche-de-alho-poro-com-lactosil/feed/ 2
A história de Márcia Tereza Pereira http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-da-marcia-tereza-pereira/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-da-marcia-tereza-pereira/#comments Thu, 24 Jul 2014 12:00:13 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=11028 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Personagem: Márcia Tereza Pereira

A história de Márcia Tereza Pereira
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Márcia e seu filho Rafael, na foto com 11 anos, que é intolerante ao glúten e alérgico à proteína do leite

Personagem: Márcia Tereza Pereira
Cidade: São Paulo

A história

Lidar com a alergia ou a intolerância à lactose ou ao glúten já não é uma tarefa fácil, mas pode se tornar ainda mais difícil quando esta situação não envolve somente a nós, mas sim alguém da nossa família. A Márcia Tereza Pereira contou pra gente a história do seu filho Rafael, que hoje está com 14 anos, mas desde quando tinha três aninhos  preocupava os pais com diversos sintomas difíceis de entender.  “Ele era um bebê normal, tomava leite sem problemas, era uma criança feliz e saudável. Com três anos começou a ficar ressecado, com dificuldades para evacuar e reclamava de dor na barriga logo depois de comer. Começou também a ter sangramento pelo nariz sempre durante a noite. Algum tempo depois vieram as crises de renite e sinusite. O pediatra nunca cogitou a possibilidade de ser alergia alimentar e eu confiava nele e achava que ele sabia o que estava fazendo”, recorda a mãe.

O tempo foi passando e aos poucos as coisas pareciam estar voltando ao normal. “Com seis anos de idade, o intestino do Rafa funcionava bem melhor, o nariz parou de sangrar, mas as crises de sinusite continuavam cada vez piores! E aí apareceram os sintomas mais graves: ele começou a ter fortes crises de vômitos e diarreia, e o mais curioso destas crises é que no começo elas só aconteciam de seis em seis meses e sempre de madrugada, entre três e seis horas da manhã. Pelo fato de ter um intervalo muito grande entre uma crise e outra, os médicos sempre tratavam como uma virose ou intoxicação alimentar, ainda mais porque os resultados dos exames de sangue sempre eram normais”, relata.

Depois de algum tempo, as crises começaram a acontecer com mais frequência, mas sempre no mesmo horário. “Foi aí que eu decidi marcar uma consulta com uma gastro infantil. Ela pediu vários exames e disse que parecia ser intolerância à lactose, mas o resultado do exame  mostrou uma intolerância bem baixa, que não justificava as fortes crises que meu filho tinha. Mesmo assim, a médica pediu para que eu excluísse da alimentação dele todos os derivados do leite e passasse a comprar só o leite sem lactose”, conta.

Mesmo aderindo a uma dieta mais restritiva, as crises do Rafael não cessaram, o que aumentou a preocupação dos pais. “Eu estava desesperada, não aguentava mais ver o meu filho tendo aquelas crises horríveis. Queria muito que ele melhorasse! Até que eu pensei ‘e se não for intolerância, mas sim alergia à lactose?’. A gastro disse que não poderia ser alergia porque alergia só aparece em bebês. Não acreditei nela e marquei uma consulta com um especialista em alergia. Contei tudo sobre os sintomas, ele examinou o meu filho e disse ‘o seu filho é alérgico à proteína do leite de vaca, faça a exclusão total de leite, derivados e traços de leite e tome muito cuidado para ele nunca ingerir nada com leite’. Fizemos todos os exames e começamos o tratamento. Tiramos tudo o que tinha leite da dieta do meu filho e ele nunca mais teve os sintomas. Foi um alívio finalmente descobrir o que ele tinha e vê-lo livre daqueles sintomas horríveis”, lembra a mãe.

A descoberta da alergia à proteína do leite de vaca só aconteceu quando o Rafael tinha nove anos. Hoje ele já completou 14 anos e recentemente voltou a ter diarreia, ânsia de vômito e muitos gases no estômago e no intestino. “Desta vez foi fácil descobrir o que estava causando tudo isso: a alergia ao glúten. Excluímos também o glúten da dieta e ele já melhorou”, afirma Márcia.

Você também é mãe e tem um filho intolerante à lactose ou ao glúten? Envie sua história pra gente! Seu depoimento pode ajudar muitas pessoas que vivenciam situações parecidas com a sua.

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores! 

A história de Márcia Tereza Pereira
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-da-marcia-tereza-pereira/feed/ 0
Crianças – Intolerância à lactose ou alergia ao leite de vaca? Entenda a diferença. http://www.semglutensemlactose.com/artigos/criancas-intolerancia-a-lactose-ou-alergia-ao-leite-de-vaca-entenda-a-diferenca/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/criancas-intolerancia-a-lactose-ou-alergia-ao-leite-de-vaca-entenda-a-diferenca/#comments Sun, 20 Jul 2014 16:33:44 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10979 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Fonte: Revista Crescer.

Bolo, brigadeiro e beijinho. Estas são algumas das (muitas!) guloseimas indispensáveis em uma festa de aniversário infantil. Mas, [...]

Crianças – Intolerância à lactose ou alergia ao leite de vaca? Entenda a diferença.
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Menina tomando leite

Fonte: Revista Crescer.

Bolo, brigadeiro e beijinho. Estas são algumas das (muitas!) guloseimas indispensáveis em uma festa de aniversário infantil. Mas, se seu filho sofre com intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite de vaca (APLV), tais itens são proibidos. A ingestão – mesmo que de uma pequena dose do leite – já é o bastante para o surgimento de gases, diarreia e cólicas fortes, principais sintomas de quem lida com essas doenças.

Apesar de o leite ser o grande “vilão” em ambas as doenças, a intolerância à lactose e a alergia à proteína do leite de vaca são problemas diferentes. Em entrevista a CRESCER, o imunologista Fábio Castro, presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia, explicou que a intolerância à lactose acontece quando o organismo possui deficiência na produção da lactase, enzima responsável por digerir a lactose – o açúcar do leite. Já a APLV surge quando o corpo passa a produzir substâncias para destruir as proteínas existentes no leite de vaca.

Enquanto na intolerância à lactose os sintomas são gastrointestinais, como vômitos, cólicas e diarreia, na alergia à proteína do leite de vaca a criança também pode manifestar sintomas cutâneos, com vermelhidão e feridas na pele, respiratórios, como asma, rinite e bronquite, e – em casos mais graves – a anafilaxia, com o fechamento da garganta e a impossibilidade de respirar. De acordo com Fábio Castro, os sintomas das duas doenças podem surgir na primeira infância, principalmente quando a criança deixa de ingerir o leite materno e passa a consumir outro tipo de leite.

Será que ele tem?

Se você notar a presença dos sintomas gastrointestinais ou respiratórios no seu filho, é fundamental consultar o pediatra e um especialista em alergia para avaliar o caso. Segundo o imunologista, a intolerância à lactose é difícil de ser detectada, já que os seus sintomas se assemelham muito às viroses. “Por isso, assim que a mãe notar os sintomas é importante solicitar ao médico um exame sanguíneo. Através da contagem da glicemia da criança é possível identificar a intolerância”, alerta. O diagnóstico da intolerância é confirmado quando o nível de glicose no sangue não aumenta. Isso quer dizer que a lactose não foi digerida.

Como a intolerância à lactose é uma doença com graus diferentes, muitas vezes não é necessária a exclusão total do leite na alimentação. “Atualmente, existem no mercado diversos tipos de leite com baixo teor de lactose. Mas, se for necessária a substituição total, o leite de soja ou a ingestão de medicamentos com lactase antes da alimentação, podem ajudar”, afirma o imunologista, Fábio Castro.

Além disso, vale uma atenção aos rótulos dos produtos durante as compras no supermercado e um alerta na escola da criança. Quem tem o grau elevado da intolerância à lactose pode se contaminar apenas ao sentir o cheiro do leite, que o colega levou ao colégio.

No caso da alergia à proteína do leite de vaca (APLV) também é de suma importância consultar o pediatra e um especialista em alergia logo após a manifestação dos sintomas. Na visita, conte ao médico qual foi à quantidade do leite que provocou os sintomas e quanto tempo após a ingestão eles apareceram. “No hospital serão feitos os exames cutâneo e sanguíneo. A provocação oral – quando o leite é oferecido à criança para ingestão, só é feita quando os outros exames têm resultados positivos”, afirma Fábio. Vale ressaltar que a provocação oral não deve ser realizada em casa, apenas em hospitais preparados para possíveis emergências.

Segundo o imunologista, o tratamento para a APLV é a exclusão total do alimento na dieta da criança. “É importante o acompanhamento com uma nutricionista, para que as proteínas, vitaminas e o cálcio do leite sejam repostos na dieta da criança através de outros alimentos”, alerta.

Crianças – Intolerância à lactose ou alergia ao leite de vaca? Entenda a diferença.
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/criancas-intolerancia-a-lactose-ou-alergia-ao-leite-de-vaca-entenda-a-diferenca/feed/ 0
Glúten: por que tantos organismos o rejeitam? http://www.semglutensemlactose.com/artigos/gluten-por-que-tantos-organismos-o-rejeitam/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/gluten-por-que-tantos-organismos-o-rejeitam/#comments Fri, 18 Jul 2014 11:00:03 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10954 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Viver sem a proteína presente em diversos alimentos pode trazer um rio de benefícios à [...]

Glúten: por que tantos organismos o rejeitam?
Emanoelle Beltran

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Doença celíaca, os organismos que rejeitam o glúten

Viver sem a proteína presente em diversos alimentos pode trazer um rio de benefícios à saúde

Enquanto para muita gente ele é apenas mais uma palavra no dicionário com significado desconhecido, para outros já é parte integrante do vocabulário. Faz parte da rotina. Glúten é uma proteína encontrada na semente de muitos cereais, como trigo, cevada, centeio e aveia. Por isso é tão simples ‘tropeçar’ com ele no cardápio do dia a dia: pães, bolos, bolachas, macarrão, cerveja e principalmente os produtos industrializados, em quase tudo ele está presente. Mas, afinal, por que tantos organismos o rejeitam?

Segundo especialistas, depois de digerido, o glúten se transforma em uma espécie de cola que gruda nas paredes intestinais. Isso vai provocando saturação do aparelho digestivo, aumento da gordura na região do abdômen, dores articulares e alergias cutâneas. A nutricionista Rosinéia Shemberg, explica que essa rejeição à proteína pode aparecer em qualquer altura da vida. “Você pode descobrir a doença tanto na infância quanto na idade adulta, não existe uma regra. A diferença é que existem as pessoas que são diagnosticadas celíacas, e aquelas que são apenas sensíveis à proteína. O celíaco não tem outra opção a não ser excluir totalmente o glúten do cardápio e para o resto da vida; até mesmo os utensílios, como faca e prato, por exemplo, devem ser separados. Já a sensibilidade ao glúten é mais leve, é como se fosse uma alergia. Ainda assim, precisa ter os seus cuidados”.

Os sintomas

Um dos sintomas comuns da doença celíaca é a diarreia crônica, causada pela inflamação no intestino delgado, que passa a apresentar falhas na absorção dos nutrientes. Outro sinal pode ser o déficit no crescimento, esterilidade e atraso menstrual (no caso das mulheres), aftas recorrentes e dificuldades para tratar anemia, já que o intestino não consegue absorver o ferro.

Dieta sem glúten

A dieta sem glúten pode ser sim um desafio, mas tem lá seus benefícios. Não é à toa que muita gente tem aderido ao cardápio restrito, mesmo sem ter a intolerância ou a sensibilidade, já que essa dieta apresenta bons efeitos ao corpo e à saúde. “É uma proteína que vem sendo modificada, e com excesso agride o nosso organismo. Por isso, excluí-la da dieta contribui e muito com o funcionamento do nosso corpo. É possível ver melhora no cabelo, na pele, regula o intestino, ajuda no emagrecimento e pode também dar fim às doenças inflamatórias”, relata a nutricionista.

Seja por necessidade ou vontade própria, se você estiver pensando em aderir a dieta, o primeiro passo é consultar um especialista que te dará as orientações adequadas para iniciar uma nova rotina alimentar.

Veja mais em Artigos, Dicas e Nutrição.

Glúten: por que tantos organismos o rejeitam?
Emanoelle Beltran

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/gluten-por-que-tantos-organismos-o-rejeitam/feed/ 0
Site lança serviço de envio de produtos sem glúten e sem lactose pelos Correios http://www.semglutensemlactose.com/noticias/site-lanca-servico-de-envio-de-produtos-sem-gluten-e-sem-lactose-pelos-correios/ http://www.semglutensemlactose.com/noticias/site-lanca-servico-de-envio-de-produtos-sem-gluten-e-sem-lactose-pelos-correios/#comments Wed, 16 Jul 2014 00:30:41 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10972 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Celíacos e intolerantes à lactose já podem aderir à dieta restritiva sem sair de casa

A praticidade vai bater à porta de quem possui intolerância ao glúten [...]

Site lança serviço de envio de produtos sem glúten e sem lactose pelos Correios
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

caixa inbox sem glúten sem lactose

Celíacos e intolerantes à lactose já podem aderir à dieta restritiva sem sair de casa

A praticidade vai bater à porta de quem possui intolerância ao glúten e à lactose… Literalmente! O site e loja virtual www.semglutensemlactose.com acabam de lançar a inBox, primeiro serviço do Brasil de assinatura de produtos sem glúten e sem lactose. “A pessoa paga um valor fixo por mês e recebe uma caixa com produtos selecionados por nós, todos isentos de glúten, da lactose e da proteína do leite de vaca (caseína)”, explica a jornalista e idealizadora do projeto, Débora Pusebon. “A ideia surgiu antes mesmo da loja virtual onde já comercializamos produtos para este público que tem uma dieta restrita. Queremos dar praticidade e tranquilidade para quem precisa consumir este tipo de alimento, mas não tem paciência ou tempo de ficar comprando, pesquisando, entrando de loja em loja”, completa.

Aqueles que fizerem a assinatura receberão sua ‘inBox’ pelos Correios na segunda quinzena de cada mês. Serão enviados em média de seis a oito produtos, sempre com temáticas diferentes. “Para cada mês montaremos a caixa dependendo da época do ano em que estivermos, pode ser uma alusão às datas especiais ou um tema diferenciado. Em dezembro, por exemplo, é bacana enviar alimentos que combinam com o Natal”, conta Débora.

Os produtos vão desde mix de farinhas especiais e cereais à snacks, biscoitos e chocolates. Ou seja, tudo o que os intolerantes ao glúten e à lactose têm vontade de comer e nem sempre encontram nas prateleiras dos supermercados. Para realizar a assinatura, que tem o valor mensal de R$ 69,90, é só acessar o site www.semglutensemlactose.com/inbox e preencher o cadastro. “Qualquer um que resida no Brasil pode assinar, mesmo quem não é intolerante ou alérgico a essas proteínas, mas às vezes tem filhos ou algum familiar que é. Pode ser uma boa maneira de incentivar essas pessoas a seguirem uma dieta saudável de um jeito prático e sem sofrimento”, sugere.

Alguns dos produtos que serão enviados na inBox também estão disponíveis para compra na loja virtual www.semglutensemlactose.com/loja, no entanto outros serão exclusividade dos assinantes. Além disso, junto com a inBox vão também algumas receitas personalizadas, de acordo com os produtos que estão sendo enviados.

Acesse: www.semglutensemlactose.com/inbox.

 

Site lança serviço de envio de produtos sem glúten e sem lactose pelos Correios
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/noticias/site-lanca-servico-de-envio-de-produtos-sem-gluten-e-sem-lactose-pelos-correios/feed/ 4
A história de Katia Bartholo Carvalho http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-katia-bartholo-carvalho/ http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-katia-bartholo-carvalho/#comments Tue, 15 Jul 2014 11:00:34 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10946 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos


Personagem: Katia Bartholo Carvalho
Idade: 46 anos
[...]

A história de Katia Bartholo Carvalho
Nathália Sartorato

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Katia mostra a cuca de banana que fez em casa sem glúten e sem lactose!
Personagem: Katia Bartholo Carvalho
Idade: 46 anos
Cidade: Santos – SP

A história

As fortes dores abdominais acompanhadas de diarreia, indicavam que algo estava ‘fora dos eixos’. “Corri ao especialista, porque já tinha percebido que não se tratava apenas de uma virose, fiquei com muito medo de ser algo pior”, relembra Katia Bartholo Carvalho. Foi em 2012 os primeiros sinais. Depois de uma bateria de exames, enfim o diagnóstico: intolerância ao glúten e à lactose. “Fui a uma boa gastroenterologista, e ela me aconselhou a fazer três mês de dieta rígida, sem glúten e sem lactose”.

Começava aí uma nova rotina, com cardápio restrito e uma fase de adaptação nada simples, porém possível. “Foi difícil, mas eu amo cozinhar, então fui para a internet pesquisar sobre alimentação, até que conheci o site ‘Sem Glúten Sem Lactose’, que através das dicas e receitas me auxiliou muito”, conta Katia. Apesar das dificuldades, os benefícios de abrir mão de velhos hábitos e sabores, vieram. “Mudou tudo para melhor no quesito saúde. Emagreci, as enxaquecas diminuíram consideravelmente e o intestino regulou. As TPMs também ficaram mais brandas”, relata. Casada, mãe de dois filhos e a única da casa com a alimentação restrita, foi fácil para a família chegar a um consenso. “A alimentação aqui é normal, trivial. Apenas os biscoitos e pães deles eu guardo em armário separado. Mas quando faço bolos, por exemplo, são sempre sem glúten e sem lactose e eles não acham ruim, comem normalmente. O macarrão tem o deles e o meu, aí é separado”, explica Kátia.

Se existe algo do antigo cardápio que o paladar insiste em lembrar?! Ah, ela não se intimida em dizer: “O leite condensado, sem sombra de dúvidas. É a única coisa na culinária toda dessa dieta que não existe igual. Podem fazer brigadeiro e pudim de leite do que for, jamais será original. Só quem um dia já comeu é que sabe a diferença e a dificuldade. Quando a necessidade disso é muito grande, eu como um brigadeiro, se estou numa festinha por exemplo, ou uma lasquinha de pudim, aí tomo lactase pra não ficar mal”.

Fica a dica

Se você recém descobriu ser intolerante ou alérgico a algum desses nutrientes, tá aí uma dica de quem há dois anos vive uma nova experiência, todos os dias. “Mesmo para aqueles que não gostam de cozinhar, o único jeito de se adaptar é experimentar e fazer. Encontrar um novo jeito de viver com saúde, testar receitas, aqui no site SGSL tem muita coisa boa. Comprar uma máquina de fazer pães ajuda um bocado, e por fim, respeitar a dieta, porque nosso corpo é uma máquina preciosa que necessita da nossa total atenção”.

Receita da Katia

Cuca Sem Glúten:
Ingredientes da Massa

  • 1 caixa de creme de arroz
  • 2 xíc. (chá) de açúcar
  • 1/2 xíc. (chá) de óleo
  • 1 xíc. (chá) leite quente (de soja culinário ou zero lactose)
  • 3 ovos
  • 1 colh. (sopa) de fermento químico em pó
  • fatias atravessadas de bananas, maçãs ou cubinhos de goiabada

Ingredientes da Cobertura

  • 5 colh. (sopa) de açúcar
  • 1 colh. (sopa) de becel
  • 4 colh. (sopa) de creme de arroz (tire da caixinha antes de usar na massa)
  • canela em pó a gosto

Preparo
Bata todos os ingredientes da massa em batedeira menos as claras que devem ser em neve. Misture com a ponta dos dedos os ingredientes da cobertura até virar uma farofa. Coloque a massa numa forma untada, encaixe as frutas desejadas e espalhe a farofa por cima.

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para: contato@semglutensemlactose.com que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

A história de Katia Bartholo Carvalho
Nathália Sartorato

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/sua-historia/a-historia-de-katia-bartholo-carvalho/feed/ 0
Pão de queijo, sem queijo. Pode isso?! http://www.semglutensemlactose.com/artigos/pao-de-queijo-sem-queijo-pode-isso/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/pao-de-queijo-sem-queijo-pode-isso/#comments Tue, 08 Jul 2014 17:44:28 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10923 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Na era da ‘dieta sem glúten e sem lactose’ é preciso reinventar o [...]

Pão de queijo, sem queijo. Pode isso?!
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Pão de queijo sem queijo, sem glúten e sem lactose

Na era da ‘dieta sem glúten e sem lactose’ é preciso reinventar o cardápio e se adaptar a uma alimentação restrita, porém saborosa

Imagina só, aquele pãozinho de queijo saindo agora do forno, quentinho, saboroso e com aquele queijinho derretendo por dentro. Coisa boa, não é mesmo? Se você é da turma dos que não podem com o glúten ou a lactose e já nem quis imaginar essa cena para não passar vontade, tenho uma ótima notícia: com desejo você não vai ficar!

Tenho uma receita deliciosa, saudável e propícia para quem é intolerante a esses nutrientes. Na verdade, eu estava testando uma receita de pão sem glúten e o resultado foi um “pão de queijo sem queijo”, ou melhor, um “pão sem queijo”.

Criatividade é um dos ‘ingredientes’ importantes para quem precisa excluir da dieta o glúten ou a lactose. Reinventar na cozinha e acima de tudo testar as receitas é essencial para conseguir levar um ritmo de vida normal e  não ter a intolerância como um obstáculo para uma alimentação restrita, porém saborosa.

Então é hora de colocar a mão na massa e aprender um novo prato para inserir no cardápio. Coloquei a massa pronta numa forma retangular de pão, mas teria ficado melhor se eu tivesse feito como se fosse pão de queijo mesmo, em forminhas individuais. Vivendo e aprendendo! Ah, e dá para fazer esse “pão de queijo” recheado também, com bacon, orégano, tomatinhos.

Receita ‘Pão sem Queijo’

Ingredientes:

  • 3 ovos
  • 1/2 copo de óleo
  • 1/2 copo de água
  • 1 colher de sopa açúcar
  • 1 colher de chá sal
  • 2 copos de polvilho doce
  • 1 colher de sopa fermento em pó

Instruções

  1. Pré-aqueça o forno em 180ºC e unte as forminhas.
  2. Bata tudo muito bem no liquidificador e acrescente por último o fermento.
  3. Coloque a mistura nas forminhas e asse por 20 a 30 minutos.

Preparação: 15 minutos
Cozimento: 20 minutos

Pão de queijo, sem queijo. Pode isso?!
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/pao-de-queijo-sem-queijo-pode-isso/feed/ 8
Esfiha de Frango http://www.semglutensemlactose.com/receita/esfirra-de-frango/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/esfirra-de-frango/#comments Fri, 27 Jun 2014 19:00:00 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10881 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Quem aí estava doido por uma receita de esfirra sem glúten? Eu encontrei essa, da Beladri e achei o máximo. A mistura para pão psílio você encontra em

Esfiha de Frango
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Quem aí estava doido por uma receita de esfirra sem glúten? Eu encontrei essa, da Beladri e achei o máximo. A mistura para pão psílio você encontra em nossa Loja.

DICA: Faça a massa e utilize outros recheios como carne moída refogada, palmito, vegetariana… qualquer um fica uma delícia!

Receita e foto: Beladri.
Veja mais em Índice de Receitas.

Conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Esfiha de Frango
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 0
Classificação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
80min.
Tempo Preparação
80min.
Esfiha de Frango
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 0
Classificação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
80min.
Tempo Preparação
80min.
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Primeiro faça o recheio: refoque a cebola com o frango e sal no óleo, depois que tirar do fogo coloque molho de tomate e cheiro verde. Reserve.
  2. Para a massa, misture o psílio (pacote separado) com a água e deixe hidratar (vai virar uma gelatina) por 15 a 20 min.
  3. Acrescente ovo, óleo, sal e o resto da mistura do pacote.
  4. Sove a massa até ficar homogênea e macia. Se grudar nas mãos utilize amido de milho ou outra farinha sem glúten.
  5. Modele do formato preferido (aberto ou fechado) e recheie.
  6. Deixe crescer por 30 min. Pincela com gema de ovo e leve assar em forno pré-aquecido em temperatura alta 220º C por 20 min.

Esfiha de Frango
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/esfirra-de-frango/feed/ 2
Torta de Limão com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/torta-de-limao-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/torta-de-limao-com-lactosil/#comments Mon, 23 Jun 2014 17:00:38 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10844 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Em época de Copa do Mundo, uma receita bem brasileirinha como essa pode ser uma solução deliciosa pra receber os amigos em casa ou para a sobremesa do almoço de [...]

Torta de Limão com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Em época de Copa do Mundo, uma receita bem brasileirinha como essa pode ser uma solução deliciosa pra receber os amigos em casa ou para a sobremesa do almoço de fim de semana. Essa sobremesa é sem glúten e se você utilizar a enzima Lactosil, os desconfortos de quem tem Intolerância a Lactose (IL) serão solucionados. Isso porque Lactosil ajuda a ‘quebrar’ a lactose e auxilia na digestão de quem é IL.

Confira a receita!

Torta de Limao

Torta de limão sem glúten
Tempo de preparo: 1 hora
Rende: 10 porções

Ingredientes:

Massa:

1 copo de farinha de arroz
1/2 copo de amido de milho
1/2 copo de polvilho doce
2 colheres de sopa de açúcar
4 colheres de sopa de manteiga
1 ovo
4 a 5 colheres de sopa de água

Recheio:

1 lata de leite condensado
1/2 caixinha de creme de leite
Suco de 2 limões

Cobertura:

2 claras
6 colheres de sopa de açúcar

Modo de preparo:

Massa:

1- Em uma tigela misture a farinha de arroz, o amido de milho e o polvilho doce.
2- Junte a manteiga e o ovo.
3- Amasse tudo com a ponta dos dedos.
4- Coloque a água aos poucos, conforme necessário, até formar uma massa lisa que não grude nas mãos.
5- Coloque a massa no fundo e nas laterais de uma forma de aro removível.
6- Faça furos na massa com um garfo
7- Leve ao forno 180º por cerca de 20 minutos.*

Recheio:

1- Em uma tigela misture o limão e o leite condensado, mexendo com uma colher.
2- Inclua o creme de leite e mexa até incorporar e virar um mouse. Não vai ao fogo.
3- Reserve.

Cobertura:

1- Em uma panela junte as claras e o açúcar.
2- Leve ao fogo baixo para amornar. Não pode aquecer demais para não cozinhar as claras.
3- Retire do fogo e passe para uma tigela.
4- Bata com a batedeira até ficar firme.

Montagem:

1- retire a forma do forno
2- recheie com com o mousse de limão.
3- cubra com o merengue.
4- leve ao forno em baixa temperatura por cerca de 5 minutos.
5- deixe esfriar e desenforme com cuidado.

Modo de uso Lactosil:

3 sachês de 10.000 ALU ou 6 sachês de 4.000 ALU*

*É necessário esperar 1 hora antes de colocar ao forno, para que a enzima faça seu efeito em temperatura menor que 60 graus.
**Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos com lactose, variável por condições de temperatura e tempo de ação.

Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos.

Para maiores informações acesse www.lactosil.com.br.

Torta de Limão com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/torta-de-limao-com-lactosil/feed/ 4
Sopa de Mandioquinha http://www.semglutensemlactose.com/receita/sopa-de-mandioquinha/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/sopa-de-mandioquinha/#comments Mon, 23 Jun 2014 14:12:01 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10828 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Esfriou? Aqui sim! Mas nada que uma sopa ou um caldo bem quentinho não resolvam. Essa Sopa de Mandioquinha pode ser feita no jantar ou no almoço e você pode [...]

Sopa de Mandioquinha
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Esfriou? Aqui sim! Mas nada que uma sopa ou um caldo bem quentinho não resolvam. Essa Sopa de Mandioquinha pode ser feita no jantar ou no almoço e você pode incrementar como quiser!

DICA: Se quiser acrescentar proteína, antes de voltar a sopa para a panela refogue cubos de frango para complementar e no final salpique cheiro verde picadinho. Vai ficar uma delícia! Se quiser mantenha a receita vegetaria.

Receita e foto: Spa Colonial Med.
Veja mais em Índice de Receitas.

Conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Sopa de Mandioquinha
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Cada porção tem 148 calorias.
Porções
05
Porções
05
Sopa de Mandioquinha
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 5
Você:
Classifique esta receita!
Cada porção tem 148 calorias.
Porções
05
Porções
05
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Descasque a mandioquinha e corte em pedaços. Cozinhe em uma panela com água fervente até ela ficar bem molinha. Escorra e deixe esfriar.
  2. Bata no liquidificador a manquiquinha com a água.
  3. Em uma panela refogue a cebola no azeite e acrescente a mandioquinha batida, tempere com sal e pimenta e deixe apurar.
  4. Decore com o cheiro verde na hora de servir.

Sopa de Mandioquinha
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/sopa-de-mandioquinha/feed/ 2
Ganhe Pontos na Loja Sem Glúten Sem Lactose! http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/ganhe-pontos-na-loja-sem-gluten-sem-lactose/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/ganhe-pontos-na-loja-sem-gluten-sem-lactose/#comments Mon, 23 Jun 2014 12:22:51 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10838 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Não sei se todos sabem, mas além do nosso Site de Receitas e Dicas de Nutrição, temos também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos, a [...]

Ganhe Pontos na Loja Sem Glúten Sem Lactose!
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Não sei se todos sabem, mas além do nosso Site de Receitas e Dicas de Nutrição, temos também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos, a Loja Sem Glúten Sem Lactose.
Para prestigiar nossos leitores, estamos com duas campanhas em andamento. A primeira delas é: se você é leitor do site você ganha 5% de desconto digitando o cupom de desconto #leitorvalemais na hora de fechar o seu carrinho de compras. Já é um super presentão, não é?
E a segunda campanha é o Sistema de Pontuação que beneficia os leitores e clientes que já compraram em nossa loja. Funciona assim:
  • Para cada real gasto em produtos o cliente ganha 1 ponto,
  • A cada 150 pontos, o cliente ganha R$ 1 que pode ser abatido em qualquer compra, a qualquer momento,
  • O desconto máximo por pedido será de 10% (quando usados os cupons para dar desconto no seu pedido),
  • O resgate dos pontos pode ser parcial ou total,

Além disso, toda vez que você escrever uma avaliação de qualquer produto em nossa loja, você ganha imediatamente 50 pontos! E se ainda por cima assinar a newsletter, ela ganha 1.500 pontos (o equivalente a R$10) de desconto. Fala sério se não é bom demais?

Tá esperando o que pra ter esses benefícios? É só entrar em nossa Loja e boas compras!

Ganhe Pontos na Loja Sem Glúten Sem Lactose!
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/ganhe-pontos-na-loja-sem-gluten-sem-lactose/feed/ 0
Panqueca de Carne com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/panqueca-de-carne-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/panqueca-de-carne-com-lactosil/#comments Thu, 12 Jun 2014 12:16:08 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10804 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal! Todo mês estamos postando uma dica de receita que pode ser feita utilizando a enzima Lactosil (para mais informações acessem o site www.lactosil.com.br), por isso a [...]

Panqueca de Carne com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal! Todo mês estamos postando uma dica de receita que pode ser feita utilizando a enzima Lactosil (para mais informações acessem o site www.lactosil.com.br), por isso a dica deste mês é como fazer esta deliciosa Panqueca de Carne.

panqueca de carne moída

PANQUECA DE CARNE MOÍDA

Tempo de preparo: 40 minutos
Rendimento: 10 porções

INGREDIENTES:
2 xícaras de farinha de arroz
2 xícaras de leite
2 ovos
4 colheres (sopa) de óleo de girassol
2 colheres (cafe) de sal

RECHEIO
400g de carne moída
Meia cebola pequena picada
2 dentes de alho picados
1 tomate cortado em cubos
1/2 lata de extrato de tomate
1 lata de creme de leite
Sal e pimenta a gosto

MONTAGEM
400g de muçarela fatiada fina
Queijo ralado a gosto

MODO DE PREPARO:

Massa:
Junte os ovos, leite e o óleo no liquidificador. Acrescente a farinha de arroz aos poucos. Tempere com sal, pimenta e outros temperos em pó ao seu gosto.

Como fritar a massa:
Espalhe um fio de óleo em uma frigideira. Despeje uma pequena parte do creme (cerca de 40ml) no meio da frigideira e gire a massa, espalhando-a por toda a frigideira. Faca a massa o mais fina possível. Mantenha o fogo médio.
Vire quando ela começar a soltar do fundo.

Recheio:
Doure a cebola com o óleo, acrescente o alho e a carne. Após fritar levemente a carne, tampe a panela e deixe cozinhar até que a água que irá soltar da carne diminua, cerca de três minutos. Acescente o tomate, o extrato de tomate e tempere de acordo com a sua preferência. Cozinhe por cerca de 10 minutos, mexendo eventualmente e apague o fogo. Aguarde esfriar por 5 minutos e junte o creme de leite. Misture bem.

Montagem:
Em um refratário grande, passe um fio de óleo para untar. Monte as panquecas individualmente com uma faia de muçarela e uma porcão de carne. Reserve um pouco do recheio de carne para colocar sobre as panquecas no final.
Acrescente queijo ralado e leve ao fono médio por 15 minutos para gratinar.

Dicas:
– A massa deve ficar pastosa, mas não grossa.
– O recheio da carne pode parecer “ralo”, mas a ideia é essa, uma vez que o prato será gratinado.

Modo de uso do Lactosil: 

3 sachês de 10.000 ALU ou 6 sachês de 4.000 ALU*

*É necessário esperar 1 hora antes de colocar ao forno, para que a enzima faça seu efeito em temperatura menor que 60 graus.
**Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos com lactose, variável por condições de temperatura e tempo de ação.

Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos.

Panqueca de Carne com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/panqueca-de-carne-com-lactosil/feed/ 0
5º Gluten Free Brasil http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/5o-gluten-free-brasil/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/5o-gluten-free-brasil/#comments Wed, 11 Jun 2014 17:30:49 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10833 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

5ª Gluten Free São Paulo, 3º Zero Lactose e 2º Expo Brasil Alimentos Funcionais

A 5ª edição do evento tem [...]

5º Gluten Free Brasil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

5º gluten free são paulo 5ª Gluten Free São Paulo, 3º Zero Lactose e 2º Expo Brasil Alimentos Funcionais

A 5ª edição do evento tem como objetivo oferecer a atualização científica a Nutricionistas, Médicos, Farmacêuticos, entre outros profissionais da área da saúde. A proposta científica das palestras focaliza-se em discutir sobre a problemática das alergias e intolerâncias, assim como das patologias relacionadas, e sobre os diversos cenários envolvidos com o consumo de glúten, lactose e alergênicos. Já a Programação científica de Alimentos Funcionais e Suplementação visa à discussão sobre a crise mundial em relação ao crescimento agressivo das doenças crônicas não transmissíveis.

No ano passado a 4ª edição teve a presença de 1.300 participantes e a inclusão da 1ª Expo Brasil Alimentos Funcionais. A programação completa você vê aqui: www.glutenfreebrasil.com.

E você ficou com vontade de participar? É fácil!

Participe do nosso CONCURSO CULTURAL respondendo a frase “Por que eu mereço ganhar duas inscrições para o 5º Gluten Free São Paulo?”.

Nossa equipe juntamente com a equipe organizadora do evento irá escolher a melhor frase e presentear o(a) ganhador(a) com duas inscrições. Para participar basta deixar sua frase nos comentários desta postagem entre os dias 11/06 a 04/07. O resultado será anunciado dia 11/07.

Para ficar por dentro de todas as novidades do evento, acesse:
https://www.facebook.com/EventoGlutenFreeSP
http://instagram.com/glutenfreebrasil
http://www.youtube.com/glutenfreesp

5º Gluten Free Brasil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/5o-gluten-free-brasil/feed/ 14
Muffin de Maçã com casca http://www.semglutensemlactose.com/receita/muffin-de-maca-com-casca/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/muffin-de-maca-com-casca/#comments Mon, 26 May 2014 21:50:54 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10792 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Finalmente fiz meu Muffin de Maçã sem glúten e sem lactose que eu tanto queria! Estava um friozinho gostoso e fui pro fogão. O legal é que essa receita serve [...]

Muffin de Maçã com casca
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Finalmente fiz meu Muffin de Maçã sem glúten e sem lactose que eu tanto queria! Estava um friozinho gostoso e fui pro fogão. O legal é que essa receita serve tanto para bolinhos menores ou para um bolo só. Caso escolha fazer um bolo maior, utilize uma forma com furo no meio.

Ficaram lindos, cheirosos e muito gostosos. Caso não consumam todos no mesmo dia, guarde em um pote com tampa bem fechadinho e aqueça antes de comer novamente.

DICA: Se desejar enfeitar, polvilhe açúcar de confeiteiro e coloque uma amêndoa no topo. Sirva com uma bola de sorvete sem leite ou com uma xícara de chá.

Veja outras receitas em nosso Índice de Receitas.
Conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Muffin de Maçã com casca
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 3.5
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
18 15min.
Tempo Cozedura
30min.
Porções Tempo Preparação
18 15min.
Tempo Cozedura
30min.
Muffin de Maçã com casca
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 3.5
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
18 15min.
Tempo Cozedura
30min.
Porções Tempo Preparação
18 15min.
Tempo Cozedura
30min.
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Pré-aqueça o forno a 180°. Unte e enfarinhe as formas ou forre com papel manteiga.
  2. Peneire os ingredientes secos em uma tigela e reserve.
  3. Descasque as maçãs, reserve as cascas e pique as maçãs em cubos pequenos.
  4. Bata no liquidificador os ovos, o óleo e as cascas de maçã.
  5. Despeje esta mistura nos ingredientes secos e misture bem.
  6. Junte os cubos de maçã e misture novamente.
  7. Despeje nas forminhas e leve assar em forno 180° C por 20 a 30 min.

Muffin de Maçã com casca
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/muffin-de-maca-com-casca/feed/ 43
Doença Celíaca: quando fazer exames HLA-DQ2 e DQ8? http://www.semglutensemlactose.com/artigos/doenca-celiaca-qdo-fazer-exames-dq2-e-dq8/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/doenca-celiaca-qdo-fazer-exames-dq2-e-dq8/#comments Tue, 13 May 2014 14:14:48 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10770 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Resumindo, a Doença Celíaca (DC) é uma patologia imunomediada do intestino, desencadeada pela ingestão de glúten em indivíduos geneticamente susceptíveis.

Classicamente, o diagnóstico de [...]

Doença Celíaca: quando fazer exames HLA-DQ2 e DQ8?
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

laboratório

Resumindo, a Doença Celíaca (DC) é uma patologia imunomediada do intestino, desencadeada pela ingestão de glúten em indivíduos geneticamente susceptíveis.

Classicamente, o diagnóstico de DC baseia-se nos achados clínicos, positividade de anticorpos (especialmente anti-transglutaminase IgA ou anti-endomísio IgA) e biópsia de 2ª porção duodenal com achados característicos.

Atualmente, sabe-se que a quase totalidade dos pacientes com DC é portadora de pelo menos um de dois alelos (cuja presença pode ser detectada por meio de genotipagem em vários laboratórios no Brasil): HLA-DQ2 (95% dos pacientes), ou HLA-DQ8 (5% dos pacientes). Portanto, a ausência destes dois marcadores genéticos tem um valor preditivo negativo de 99%, praticamente excluindo a possibilidade de DC.

A positividade destes marcadores isoladamente, no entanto, não significa que o paciente seja portador de DC. Estima-se, por exemplo, que 40% da população americana seja portadora de um destes dois marcadores.

Do ponto de vista prático, então, quando a pesquisa destes alelos poderia ser útil para excluir o diagnóstico de DC?

  • Nos pacientes que já vem em dieta sem glúten de longa data, quando o diagnóstico não foi confirmado anteriormente ou é incerto (pois, nesses casos, podemos encontrar anticorpos negativos e biópsia intestinal com achados próximos da normalidade, devido à não-exposição prolongada ao glúten);
  • Em pacientes de risco para desenvolver DC: pacientes com parentes de 1° grau afetados, portadores de Síndrome de Down e de doenças auto-imunes;
  • Pacientes com alta suspeita clínica e anticorpos negativos, para definir a necessidade de realização de biópsia intestinal (pacientes com genotipagem negativa não seguiriam mais investigação);
  • Em pacientes com anticorpos positivos, mas biópsia inconclusiva.

Fonte: clinicosnaweb.com.br
Foto: free-desktop-backgrounds.net

Veja mais artigos em Artigos, Dicas e Nutrição.

Doença Celíaca: quando fazer exames HLA-DQ2 e DQ8?
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/doenca-celiaca-qdo-fazer-exames-dq2-e-dq8/feed/ 4
Creme de Milho com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/creme-de-milho-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/creme-de-milho-com-lactosil/#comments Fri, 09 May 2014 14:34:12 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10766 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi gente! Mais uma receitinha deli pro almoço ou pro jantar. E bem brasileira por sinal! Todo mundo conhece o Creme de Milho, certo? Mas a receita original possui creme de [...]

Creme de Milho com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi gente! Mais uma receitinha deli pro almoço ou pro jantar. E bem brasileira por sinal! Todo mundo conhece o Creme de Milho, certo? Mas a receita original possui creme de leite, leite e farinha de trigo. Mas essa versão que preparamos vai a enzima LACTOSIL, que auxilia na digestão do leite e derivados, minimizando os desconfortos causados pra quem tem IL (intolerância a lactose).

Creme de milho (2)

Vejam abaixo como fazer.

Creme de Milho com Lactosil

Tempo de preparo: 20 min
Rendimento: 4 porções

INGREDIENTES:

  • 1 lata de milho
  • 300ml de leite
  • 1 colher de manteiga
  • 1 cebola média ralada
  • 1 tablete de caldo de legumes
  • 1 lata de creme de leite
  • 2 colheres de sopa de farinha de arroz
  • 2 sachês de Lactosil

MODO DE PREPARO

Bata o milho, com leite, caldo de legumes e sal a gosto no liquidificador. Reserve. Refogue a cebola com manteiga. Adicione a farinha e mexa rapidamente. Após 1 minuto (ou até dourar) junte a mistura batida no liquidificador.

Cozinhe mexendo por cerca de 10 minutos em fogo médio, ou até que o creme engrosse. Apague o fogo, inclua o creme de leite, mexa até dissolvê-lo e sirva a seguir.

Modo de uso Lactosil:

Adicione os 2 sachês de 10.000 ALU ou 4 sachês de 4.000 ALU* antes de consumir. (Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos com lactose, variável por condições de temperatura e tempo de ação). Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos.

Para saber mais acesse o site www.lactosil.com.br.

Creme de Milho com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/creme-de-milho-com-lactosil/feed/ 0
Bolinho Mãe Benta http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolinho-mae-benta/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolinho-mae-benta/#comments Fri, 28 Mar 2014 11:47:06 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10696 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Segue uma opção muito bacana para fazer para as crianças levarem de lanche, para servir para os amiguinhos ou para a festinha de aniversário.

DICA: O legal é que dá [...]

Bolinho Mãe Benta
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Segue uma opção muito bacana para fazer para as crianças levarem de lanche, para servir para os amiguinhos ou para a festinha de aniversário.

DICA: O legal é que dá para fazer, congelar individualmente e tirar apenas que irá consumir no dia. Fica como novo! Para o lanche é ótimo.

Receita e foto: SupraSoy.
Veja mais em Índice de Receitas.

Conheça nossa Loja Virtual Sem Glúten Sem Lactose.

Bolinho Mãe Benta
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
20min.
Tempo Cozedura
20min.
Tempo Preparação
20min.
Tempo Cozedura
20min.
Bolinho Mãe Benta
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
20min.
Tempo Cozedura
20min.
Tempo Preparação
20min.
Tempo Cozedura
20min.
Ingredientes
Porções: Aprox. 15 bolinhos
Instruções de preparação
  1. Bata o creme vegetal junto com o açúcar até obter um creme leve e fofo.
  2. Adicione as gemas, uma a uma, continue batendo e adicione o creme de arroz, alternando com o "leite".
  3. Acrescente o coco ralado, a essência e misture bem.
  4. Em outra tigela, bata as claras em neve. Depois adicione 1/4 das claras no creme e misture bem.
  5. Jogue o creme obtido sobre as claras restantes na tigela e misture delicadamente, com movimentos de baixo para cima para não perder o volume.
  6. Pré-aqueça o forno em temperatura média (180°C). Arrume forminhas de papel descartáveis (5cm de diâmetro) dentro de forminhas para empada e despeje a massa até encher 3/4 da sua capacidade.
  7. Asse por cerca de 20 minutos ou o suficiente para dourar os bolinhos levemente.
  8. Se quiser, pincele leite de coco sobre a superfície dos bolinhos para deixá-los mais molhadinhos. Decore com coco ralado.

Bolinho Mãe Benta
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolinho-mae-benta/feed/ 24
Mousse de Maracujá com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/mousse-de-maracuja-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/mousse-de-maracuja-com-lactosil/#comments Wed, 26 Mar 2014 16:32:51 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10678 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Mais uma receita deliciosa e bem brasileirinha!

Vocês irão perceber que na receita vai leite condensado e creme de leite (de vaca), justamente porque incluímos o uso de um produto [...]

Mousse de Maracujá com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Mais uma receita deliciosa e bem brasileirinha!

Vocês irão perceber que na receita vai leite condensado e creme de leite (de vaca), justamente porque incluímos o uso de um produto novo, o  Lactosil, que é uma enzima para ajudar quem tem problemas na digestão da lactose. Ou seja, para quem tem intolerância à lactose – IL (e não alergia à proteína do leite de vaca – APLV) é possível utilizar o leite e seus derivados e adicionar a enzima que auxilia na digestão da lactose junto com os ingredientes. 

mousse de maracujá

MOUSSE DE MARACUJÁ COM LACTOSIL

Tempo de preparo: 20min
Tempo total: 6h20m
Rendimento: 20 porções

INGREDIENTES

Creme:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 lata de suco de maracujá concentrado
  • 2 sachês de 10.000 ALU ou 4 sachês de 4.000 ALU*

Cobertura:

  • 1/2 xícara de açúcar
  • 1 maracujá (somente a polpa)
  • 1/2 xícara de água

MODO DE PREPARO

Creme:
Bata no liquidificador a lata de leite condensado, o creme de leite e o suco de maracujá concentrado. Coloque em um refratário médio e deixe na geladeira por 6 horas. Adicione os sachês de Lactosil.

Cobertura: Junte o açúcar, a água e o maracujá em fogo baixo e deixe ferver até ficar em ponto de fio. Coloque por cima da mousse ao servir.

*Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos com lactose, variável por condições de temperatura e tempo de ação. Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos.

Para saber mais como o Lactosil funciona, veja aqui: Enzima Digestiva – Lactosil.

Mousse de Maracujá com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/mousse-de-maracuja-com-lactosil/feed/ 0
Detox de Sucos Funcionais Prensados a Frio – Detox Market http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/detox-de-sucos-funcionais-prensados-frio-detox-market/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/detox-de-sucos-funcionais-prensados-frio-detox-market/#comments Thu, 06 Mar 2014 12:00:20 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10641 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal, vim falar de algo que já experimentei no ano passado antes de engravidar e que fez muita diferença na minha saúde. [...]

Detox de Sucos Funcionais Prensados a Frio – Detox Market
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

detox market

Oi pessoal, vim falar de algo que já experimentei no ano passado antes de engravidar e que fez muita diferença na minha saúde. São os sucos funcionais do Detox Market. Mas o que seria isso? Em resumo, você recebe em casa* tudo o que é necessário para um dia de detox. E esse dia pode se repetir semanalmente.

SAIBA MAIS

O Detox Market iniciou as suas atividades em fevereiro de 2013 e foi idealizado por Andrea e Renata Godoy em parceria com o chef de cozinha Stefano Bignotti.

Andrea e Renata são irmãs e fizeram parte da gestão do SPA Colonial Med por 12 anos, formadas em Hotelaria , agora cursam a faculdade de Nutrição no SENAC. Moraram em Sydney e Los Angeles onde estudaram e praticaram a cultura raw (alimentos crús) e dos sucos prensados à frio. Stefano tem 15 anos de experiência em alta gastronomia, foi braço direito dos chefs Pascal Velero e Emmanuel Bassoleil, já trabalhou em Paris, Milão, Aspen e Sydney além dos melhores restaurantes de São Paulo e o hotel Unique, onde participou da implantação da ISO22000 (Sistema de Gestão da Segurança Alimentar). Os sucos são desenvolvidos sob acompanhamento de nutricionista e bioquímica.

O diferencial é uma proposta exclusiva baseada na dieta sucos funcionais prensados à frio. Os sucos são vivos, frescos, saudáveis, promovem a desintoxicação e a nutrição celular, o emagrecimento é a consequência desta limpeza no organismo. Os sucos são feitos apenas sob encomenda e são entregues na sua casa (São Paulo, ABC, Alphaville, Guarulhos e Santos).

Os sucos são preparados pelas próprias meninas, em uma máquina com sistema de pressão hidráulica à frio de 7 toneladas. A pressão à frio mantém todas as enzimas, vitaminas e minerais no suco, eliminando as fibras. Este processo minimiza oxidação e mantêm o suco fresco por 2 dias na geladeira após a fabricação. Diferente da pasteurização, processo utilizado na fabricação dos sucos industrializados, que eleva a temperatura a 65ºC.

Cada 300ml de suco contêm 600g de frutas e legumes. Os sucos retêm 95% dos nutrientes de frutas e vegetais, estes macro e micro nutrientes são altamente poderosos e mais biodisponíveis para as células, ou seja, os nutrientes chegarão mais facilmente onde são necessários auxiliando na nutrição.

detox sucos

PROGRAMAS DETOX

Sugerimos 1 ou 2 dias de detox na semana, para emagrecimento repita o programa por 4 semanas. Criamos 2 opções da dieta detox:

  • MEU PRIMEIRO DETOX: primeiro passo para a desintoxicação, ideal para pessoas que não têm o hábito de ingerir pelo menos 4 porções de frutas e verduras no seu dia a dia. Composta por: 3 sucos funcionais + 1 leite de amêndoas + salada detox para o almoço + sopa de legumes para o jantar + trufa raw. (R$110,00 por dia + taxa de entrega)
  • SUEPER DETOX: dieta liquida, ideal para quem já possui hábitos saudáveis, neste dia você consome cerca de 6kg de frutas e legumes. Composta por: 6 sucos funcionais + 2 leites de amêndoas +  1 sopa + 1 trufa raw + semente de chia. (R$145,00 por dia + taxa de entrega)

No dia seguinte a detox é imprescindível ter uma alimentação leve, sem proteína animal, glúten e lactose. Oferecemos a dieta PÓS-DETOX composta por: pão, granola e leite de amêndoas no café da manhã, salada detox com mix de grãos no almoço e uma sopa de legumes no jantar (R$65,00).

A linha de produtos é vegana e não contém: glúten, lactose, açúcar, conservantes e aditivos.

Há também outras sugestões para dar continuidade a detox:

  • Pão mix de sementes (500g – R$21,00)
  • Granola (350g – R$21,00)
  • Saladas (R$23,00)
  • Sopas (500ml – R$21,00)
  • Kit Super Foods – composto por: goji, chia, granola, sal do himalaia, sal de epson, pimenta caiena, chá detox  (R$40,00)
  • Pratos congelados do SPA Colonial Med (cada refeição 280g – R$21,00)
  • Cosméticos da marca Espanhola PerPurr – sabonetes, óleos de banho e esfoliante. 

Psso falar? Já experimentei tudo isso e amei, estou doida pra fazer novamente! Vale à pena viu gente!

Para encomendar o seu, entre em contato com Andrea (11) 9879.6563 ou Renata (11) 98753.0002, ou visite www.detoxmarket.com.br.
Instagram: @detoxmarket | Email: andrea@colonialmed.com.br

*Entregas em SP capital, ABC, Alphaville, Guarulhos e Santos. 

Detox de Sucos Funcionais Prensados a Frio – Detox Market
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/detox-de-sucos-funcionais-prensados-frio-detox-market/feed/ 3
Bolo Integral de Banana sem açúcar http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-integral-de-banana-sem-acucar/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-integral-de-banana-sem-acucar/#comments Thu, 27 Feb 2014 18:14:10 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10619 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal, tudo bem? Vi essa receita de bolo integral de banana rolando em alguns perfis e páginas do facebook, até que encontrei a receita original, publicada no site da [...]

Bolo Integral de Banana sem açúcar
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal, tudo bem? Vi essa receita de bolo integral de banana rolando em alguns perfis e páginas do facebook, até que encontrei a receita original, publicada no site da TV Gazeta. Fui pra cozinha testar e amei o resultado: um bolo integral saboroso, com textura macia e o melhor, sem açúcar!

DICAS: As bananas devem estar MADURAS, pois como o bolo é sem açúcar, é o doce da fruta irá dar o gostinho bom. Na primeira vez que fiz não tinha passas, então coloquei ameixa preta sem caroço e ficou maravilhoso! Deu super certo! E se quiser, coloque na massa mesmo castanhas e nozes trituradas, ou por cima do bolo para enfeitar. Complementa e deixa seu bolinho mais saudável ainda.

ATENÇÃO: A receita original é com AVEIA. Eu fiz com aveia em flocos e ficou muito bom, mas dá pra usar a QUINOA em flocos, é o que coloco na receita abaixo. Caso você não tenha restrição ao glúten, não sofra com contaminação cruzada ou encontre a aveia sem glúten, pode fazer com aveia ok? Caso contrário use a quinoa.

Receita original: TV Gazeta – Programa Mulheres.
Adaptação da receita e fotos: Sem Glúten Sem Lactose.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça nossa Loja Virtual.

Bolo Integral de Banana sem açúcar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 5
Classificação: 3.6
Você:
Classifique esta receita!
Utilizar forma para bolo inglês (rende duas unidades) ou uma forma com buraco no meio de 20cm de diâmetro.
Tempo Preparação
10min.
Tempo Cozedura
20min.
Tempo Preparação
10min.
Tempo Cozedura
20min.
Bolo Integral de Banana sem açúcar
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 5
Classificação: 3.6
Você:
Classifique esta receita!
Utilizar forma para bolo inglês (rende duas unidades) ou uma forma com buraco no meio de 20cm de diâmetro.
Tempo Preparação
10min.
Tempo Cozedura
20min.
Tempo Preparação
10min.
Tempo Cozedura
20min.
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Unte e enfarinhe a forma com farinha de arroz e pré aqueça o forno em 180ºC.
  2. Bata no liquidificador as bananas, as passas, os ovos e o óleo.
  3. Coloque a mistura em uma tigela e acrescente a quinoa, a farinha e o fermento.
  4. Misture delicadamente com uma colher até ficar homogêneo.
  5. Coloque a massa na forma. Se desejar polvilhe canela em pó e castanhas trituradas por cima.
  6. Leve assar por 20 min. em forno 180ºC.

Bolo Integral de Banana sem açúcar
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-integral-de-banana-sem-acucar/feed/ 82
Quando o Glúten está fora do menu http://www.semglutensemlactose.com/artigos/quando-o-gluten-esta-fora-menu/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/quando-o-gluten-esta-fora-menu/#comments Tue, 25 Feb 2014 13:00:40 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10610 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Por Ágatha Déa, especial para a Gazeta do Povo*

Quando o assunto é emagrecer, as mulheres fazem o que podem para perder alguns [...]

Quando o Glúten está fora do menu
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Por Ágatha Déa, especial para a Gazeta do Povo*

Quando o assunto é emagrecer, as mulheres fazem o que podem para perder alguns quilinhos. A dieta da moda – que conquistou famosas como Isis Valverde, Gisele Bündchen e Juliana Paes – consiste em retirar do cardápio o glúten, uma proteína vegetal encontrada em produtos como trigo, aveia, centeio e cevada.

Mas será que cortar o glúten realmente adianta? A dica dos especialistas é, antes de copiar as celebridades, fazer uma reeducação alimentar com um profissional qualificado. Segundo o médico nutrólogo Maximo Asinelli, o glúten está presente em pães, bolos, massas, cereais, cerveja, entre outros alimentos consumidos no dia a dia. “Quando comemos alimentos com glúten, o que acontece é um inchaço natural do intestino delgado. Por isso, ao iniciar uma dieta sem essa substância, é possível perceber a perda de alguns quilos, mas o que realmente engorda não é o glúten e sim os outros componentes que fazem companhia a ele nesses alimentos, como o carboidrato, a gordura e outras proteínas”, explica o médico.

De acordo com ele, a dieta do glúten é restritiva como várias outras. “Qualquer dieta com restrição de calorias pode emagrecer, seja com a retirada do glúten, da gordura ou do carboidrato, por exemplo. Mas é importante ressaltar que são alimentos que possuem fontes energéticas e nós precisamos consumi-los moderadamente, e não cortá-los totalmente”, alerta. Em uma dieta em que se evita o glúten, outros alimentos podem suprir o organismo com o carboidrato necessário. É o caso de algumas frutas e legumes, além de raízes como batata-doce e mandioca.

Organismo pode criar barreira ao alimento

A nutricionista e professora do curso de Nutrição da Pontifícia Universidade Ca­tólica do Paraná Helena Maria Simonard Loureiro explica que cortar o glúten da alimentação pode ser perigoso. “Em geral, a pessoa sem intolerância patológica a essa proteína pode adquirir uma insuficiência enzimática e acabar tendo de consumir uma alimentação sem glúten para o resto de sua vida. É como se criasse uma barreira ao alimento”, explica.

Opção

A jornalista Débora Donadussi Pusebon da Costa, de 31 anos, optou há sete anos por uma dieta sem glúten e sem lactose. “Fui a uma nutricionista funcional para fazer uma reeducação alimentar e para perder um pouco de peso antes do meu casamento”, conta.

Segundo ela, após a dieta de desintoxicação, várias coisas mudaram. “Minha maior queixa eram as crises de enxaqueca constantes e a TPM muito acentuada, além da vontade enorme de comer doce, inchaço abdominal, entre outras coisas. Após esse período de desintoxicação percebi que os sintomas sumiram. Na prática, vi que ficar sem essas substâncias só me fez bem. A partir daí, continuei seguindo a dieta restritiva, um pouco mais flexível, e hoje já adaptei ao meu dia a dia”, diz a jornalista, que apesar de ter perdido seis quilos em poucas semanas no início da dieta não acredita que cortar apenas o glúten faça emagrecer.

Fibras

A jornalista cortou da dieta industrializados, carboidratos, farinhas e incluiu alimentos ricos em fibras. “Eu como algumas coisas com glúten, mas tem de ser moderadamente. Quando como algo à tarde, por exemplo, já sei que de noite não posso comer novamente. Meu organismo se acostumou com essa restrição. No início da dieta sem glúten senti um pouco de cansaço e indisposição, mas foi só nos primeiros dias. Depois, o efeito foi restaurado. O que eu percebi foi que a barriga diminuiu de forma bem mais rápida do que quando fazia a reeducação alimentar convencional.”

sem gluten sem lactose

Internet:
Site compartilha receitas culinárias sem o glúten

Logo que iniciaram a dieta restritiva, Débora Costa e seu marido, Samuel Costa, criaram um blog chamado “Sem Glúten Sem Lactose” (www.semglutensemlactose.com) para compartilhar curiosidades e receitas. “A ideia surgiu em 2007 quando iniciamos a reeducação alimentar. Algumas amigas estavam seguindo a mesma linha e a troca de receitas entre nós se tornou frequente, por isso criei o blog no intuito de facilitar a distribuição. Com a ajuda do meu marido, que é formado em Processamento de Dados, o layout foi mudando, algumas coisas foram incrementadas e as visitações aumentaram. Começamos a subir nas buscas do Google e, por fim, transformamos o blog em site”, relata. Atualmente, a página do site no Facebook tem mais de 30 mil curtidas. “O reconhecimento do nosso trabalho é a parte mais legal, é uma troca de experiências. Tenho um prazer imenso no que faço”.


Claro que na matéria não coube tudo o que eu gostaria de falar, por isso se você quiser ler mais sobre minha história, acesse QUEM SOMOS e ENTREVISTA.

*Matéria originalmente publicada em: www.gazetadopovo.com.br/saude
Foto: Simone Lima.
Veja outras matérias clicando em ARTIGOS.

Quando o Glúten está fora do menu
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/quando-o-gluten-esta-fora-menu/feed/ 8
Bolo de Cenoura e Calda de Chocolate com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/bolo-de-cenoura-e-calda-de-chocolate-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/bolo-de-cenoura-e-calda-de-chocolate-com-lactosil/#comments Thu, 20 Feb 2014 15:28:46 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10555 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Boa tarde pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vou compartilhar uma novidade. Na verdade todos vocês já conhecem uma das receitas mais populares aqui do site, meu

Bolo de Cenoura e Calda de Chocolate com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Boa tarde pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vou compartilhar uma novidade. Na verdade todos vocês já conhecem uma das receitas mais populares aqui do site, meu BOLO DE CENOURA DELICIOSO. Mas a novidade, na verdade, está na cobertura. Você pode fazer uma Calda de Chocolate deliciosa com leite condensado e não se preocupar com os efeitos do leite se você for intolerante à lactose (IL). É só usar o Lactosil, que auxilia na digestão da lactose presente no leite.

BOLO DE CENOURA

É bem fácil de fazer, veja como:

Ingredientes

  • 2 unidades cenoura média, ralada ou triturada
  • 1 xícara óleo
  • 3 unidades ovo
  • 1 e 1/2 xícara açúcar
  • 1 xícara farinha de soja tostada ou fécula de batata
  • 1 xícara farinha de arroz
  • 1 pitada sal
  • 2 colheres de sopa fermento em pó

Preparo

  1. Unte e enfarinhe a forma, pré-aqueça o forno em fogo médio.
  2. Depois das cenouras raladas ou trituradas, bata com o óleo, os ovos e o açúcar no liquidificador até ficar homogêneo.
  3. Acrescente as farinhas, o sal e o fermento e bata para misturar (eu precisei passar para a batedeira porque meu liquidificador não dá conta).
  4. Despeje a massa na forma e deixe assar por 40min em forno médio.
  5. Espalhe a cobertura sobre o bolo e sirva.

Calda de Chocolate

  • 1 lata de leite condensado
  • 20g de margarina
  • 4 colheres de sopa de achocolatado em pó

Modo de Preparo da Calda

  1. Misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo;
  2. Mexa a mistura sem parar até que comece a desgrudar da panela (cerca de 4 minutos).
  3. Dica: Faça a calda após tirar o bolo do forno. A calda deve ser colocada ainda quente sobre o bolo morno.

Modo de uso LACTOSIL:
3 sachês de 10.000 ALU ou 6 sachês de 4.000 ALU*.
Usando Lactosil no preparo do bolo é necessário esperar 1 hora antes de colocar ao forno, para que a enzima faça seu efeito em temperatura menor que 60º.

*Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos lácteos, variável por condições de temperatura e tempo de ação.

Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos. Para saber mais, acesso o site www.lactosil.com.br.

Rende 24 fatias
Tempo de preparo: 10 minutos.
Tempo para assar: 18 minutos.
Tempo para preparar a calda: 5 minutos.

Espero que tenham gostado!
Um bjão, Débora.

Bolo de Cenoura e Calda de Chocolate com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/bolo-de-cenoura-e-calda-de-chocolate-com-lactosil/feed/ 6
Bolo Formigueiro http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-formigueiro/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-formigueiro/#comments Mon, 17 Feb 2014 12:05:52 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10543 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Olhei no Índice de Receitas e não acreditei que não havia uma receita de Bolo Formigueiro. Tratei logo de fazer esse favor pra todos nós e passar a limpo minha [...]

Bolo Formigueiro
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Olhei no Índice de Receitas e não acreditei que não havia uma receita de Bolo Formigueiro. Tratei logo de fazer esse favor pra todos nós e passar a limpo minha receita. O bolo fica perfeito! Delicioso, cheiroso…

DICA: Você pode servir sem a calda se quiser. O chocolate granulado sem lactose você pode comprar em nossa Loja Virtual: www.semglutensemlactose.com/loja

Adaptação da Receita e fotos: Sem Glúten Sem Lactose.

 

Bolo Formigueiro
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 0
Classificação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Utilize forma com buraco no meio de 22cm de diâmetro untada e enfarinhada com amido de milho ou qualquer farinha sem glúten.
Porções Tempo Preparação
12 10min.
Tempo Cozedura
40min.
Porções Tempo Preparação
12 10min.
Tempo Cozedura
40min.
Bolo Formigueiro
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 0
Classificação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Utilize forma com buraco no meio de 22cm de diâmetro untada e enfarinhada com amido de milho ou qualquer farinha sem glúten.
Porções Tempo Preparação
12 10min.
Tempo Cozedura
40min.
Porções Tempo Preparação
12 10min.
Tempo Cozedura
40min.
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Unte e enfarinhe a forma, deixe o forno pré-aquecendo em 180°C.
  2. Bata na batedeira os ovos, açúcar, óleo e leite em velocidade mínima.
  3. Adicione a farinha aos poucos e o fermento, bata até ficar homogêneo.
  4. Adicione o chocolate granulado e misture com uma colher.
  5. Despeje na forma e leve ao forno por 40min.
  6. Faça a cobertura levando ao fogo em uma panela pequena a margarina, leite, açúcar e chocolate em pó, mexendo até levantar fervura e engrossar. Deixe descansar por 5 minutos antes de espalhar sobre o bolo.
  7. Depois de frio desenforme e cubra com a cobertura e o chocolate granulado.

Bolo Formigueiro
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/bolo-formigueiro/feed/ 48
Petit Gâteau http://www.semglutensemlactose.com/receita/petit-gateau/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/petit-gateau/#comments Fri, 07 Feb 2014 19:42:59 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10523 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Vi essa receita no blog …É de comer? da Pollyanna e me deu uma vontade imensa de passar pra vocês. Afinal, não é sempre que podemos degustar uma [...]

Petit Gâteau
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Vi essa receita no blog …É de comer? da Pollyanna e me deu uma vontade imensa de passar pra vocês. Afinal, não é sempre que podemos degustar uma iguaria dessa sem culpa né? Presta atenção e faça hoje mesmo! Seu fim de semana merece essa gostosura.

DICA: Não deixe passar o tempo de forno pois pode ficar um bolinho batumado e sem o creme do meio. Depois de pronto tire a forminha de papel bem delicadamente e sirva com sorvete sem lactose.

*Aqui tem uma receita de Sorvete de Baunilha que você pode fazer para servir junto. Enfeite com calda de caramelo ou de chocolate, aquelas compradas prontas para sorvete sabe? Vai dar um toque final todo especial!

Receita: Pollyanna Flower.
Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual.

Petit Gâteau
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
12bolinhos pequenos 20min.
Porções Tempo Preparação
12bolinhos pequenos 20min.
Petit Gâteau
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
12bolinhos pequenos 20min.
Porções Tempo Preparação
12bolinhos pequenos 20min.
Ingredientes
Porções: bolinhos pequenos
Instruções de preparação
  1. Bata os ovos (clara e gema juntas) na batedeira por 5 min, fazendo um creme bem espumoso.
  2. Acrescente o açúcar e bata mais um pouco, até dissolver o açúcar no creme e mudar a textura. Após batido, nessa fase deve ficar um creme sem a espuma.
  3. Acrescente o chocolate e o leite, bata até misturar tudo.
  4. Distribua em forminhas de papel dispostas naquelas formas para cupcakes (rende + - 12 bolinhos dependendo do tamanho da sua forma).
  5. Leve ao forno bem pré-aquecido a 200 graus por exatamente 6 min.

Petit Gâteau
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/petit-gateau/feed/ 25
A Doença Celíaca e a Dermatologia http://www.semglutensemlactose.com/artigos/doenca-celiaca-e-dermatologia/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/doenca-celiaca-e-dermatologia/#comments Thu, 06 Feb 2014 14:12:56 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10514 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Associação da Doença Celíaca com Queda de Cabelo e outras Alterações Dermatológicas

Por Dra. Anaflávia Oliveira*

Percebo, frequentemente, que muitos não associam [...]

A Doença Celíaca e a Dermatologia
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Associação da Doença Celíaca com Queda de Cabelo e outras Alterações Dermatológicas

Por Dra. Anaflávia Oliveira*

Percebo, frequentemente, que muitos não associam a doença celíaca as quedas capilares e outras alterações dermatológicas. Se você tem restricões quanto ao glúten, fique atento também a saúde de seu cabelo. Está caindo? Perdeu volume dos cabelos? Está ressecado, frágil ou diminuiu o crescimento?

Tenho participado de forma intensiva de grupos de estudos de tricologia, que é uma área da dermatologia que estuda as doenças do couro cabeludo e tenho percebido o quanto essa condição pode afetar além da pele, cabelos também (alopecias). 

Pode ocorrer nesses pacientes, com maior frequência que a polulação normal, tanto o Eflúvio Telógeno (queda difusa do cabelo) por alguma deficiência nutricional causada pela alteração da parede intestinal devido a presença do glúten, quanto a Alopecia Areata (popularmente chamada de pelada, ou seja, placas de alopecias no couro cabeludo) de origem auto-imune.  Na polulação normal, a incidência é em torno de 0.7-1% e nos celíacos sobe para 3.8% de casos dessa alopecia. Apesar dos avanços nos estudos, sua patologia não foi completamente desvendada e pesquisas avançam para novas descobertas sobre essa condição que afeta muito a qualidade de vida das pessoas. 

A doença celíaca ( DC ) que há poucos anos achava-se ser rara, grave em seus sintomas e com acometimento basicamente em crianças, mostrou nos estudos das últimas décadas ser uma doença relativamente comum,  atingindo cerda de 1-2 % população.

Pode iniciar na fase adulta e cursar com quadros  clássicos  (diarreia, fezes gordurosas, desnutrição, etc) quadros leves (muitos chegam ignorar os sintomas) , sintomas extra intestinais (pâncreas, pele, mucosas e etc) e até  assintomáticos (sem nenhum sintoma) e por isso, de difícil diagnóstico. Muitos apresentam a doença e não sabem. A resposta da inflamação ao glúten  provoca frequentemente danos a muitos outros tecidos do corpo, especialmente os de origem auto-imune. 

Recentemente, foram publicadas muitas pesquisas italianas mostrando a recente associação da DC com Alopecia Areata.

Motivos:

  • Ambas têm origem auto imune (desregulação de linfócitos T)
  • A alteração da permeabilidade da mucosa intestinal nos intolerantes ao glúten leva ao aumento na absorção de várias substâncias (antígenos) capazes de desencadear uma reação imunológica, causando a alopecia areata ( formação de anticorpos com a capacidade de destruir o folículo piloso )
  • O fato curioso é que os  pacientes relatados no estudo que não respondiam ao tratamento tradicional da alopecia, foram beneficiados com a dieta livre de glúten feita por meses. Começaram a repilar desde então (crescimento de fios no couro cabeludo) e esse fato mostra que não pode ser ignorada a forte relação entre as duas condições. 

Porém, ainda há divergências porque alguns trabalhos mostraram que certos indivíduos não responderam com a dieta livre de glúten.  Ainda não sabemos dizer  o porquê dessas diferenças nas respostas, mas já há justificativa considerável para iniciarmos a pesquisa de DC nos pacientes portadores de AA e se for o caso, pensar na possibilidade de exclusão do glúten nesses pacientes.

Outras doenças dermatológicas recentemente descritas como possivelmente associadas a DC foram: Dermatite herpetiforme, Urticária crônica, Angioedema hereditário, Vasculites, Dermatite atópica, Psoríase, Doença behcet, Líquen plano, Lúpus eritematoso, Dermatomiosite, Doenças bolhosas, Eritema nododo, Eritema elevatum diutinum, entre outros.

Quem tem alguma dessas condições, sugiro a triagem para doença celíaca também.

Ainda há muito mais informações sobre isso que poderemos discutir mais pra frente.

*A autora é médica com certificação Internacional da IAT( International Association of Trichologists ), membro da Academia Brasileira de Tricologia, Profa. Pós Graduação de Tricologia na Universidade Anhembi Morumbi e Instituto ELIGO, autora do blog “A cabeleira agradece…”. www.draanaflavia.com.br – Fan Page : Dra Anaflávia Oliveira.

Referências Bibliográficas:

  1. J. Paediatr. Child Health – (2003) 152–154, Coeliac disease and alopecia areata in childhood, S FESSATOU, M KOSTAKI and T KARPATHIOS, Second Department of Pediatrics, ‘P & A Kyriakou’, Children’s Hospital and Second Department of Pediatrics, University of Athens, Athens, Greece.
  2. Alopecia areata and Coeliac Disease: No Effect of a Gluten-Free Diet on Hair, Growth Maria Teresa Bardellaa Roberta Marinoa Mauro Barbareschib Fernando Bianchib Giovanni Fagliac Paolo Bianchia aIstituto di Scienze Mediche, bIstituto di Scienze Dermatologiche e cIstituto di Scienze Endocrine, IRCCS Ospedale Maggiore, Università di Milano, Italia. Received: August 4, 1999.
  3. Celiac Disease and DermatologicManifestations: Many Skin Clue to Unfold Gluten-Sensitive Enteropathy. Marzia Caproni,1 Veronica Bonciolini,1 Antonietta D’Errico, Emiliano Antiga,1, 2 and Paolo Fabbri1 – 1Division of Dermatology, Department of Medical and Surgical Critical Care, University of Florence, 50129 Florence, ItalyDepartment of Clinical Physiopathology, University of Florence, 50139 Florence, Italy. 
  4.  J. Paediatr. Child Health – (2003) 152–154, Coeliac disease and alopecia areata in childhood, S FESSATOU, M KOSTAKI and T KARPATHIOS, Second Department of Pediatrics, ‘P & A Kyriakou’, Children’s Hospital and Second Department of Pediatrics, University of Athens, Athens, Greece.
  5. Celiac disease – Luis Rodrigo, Gastroenterology Service, University Hospital Central Asturias, Oviedo, Spain. Service, Hospital Universitario Central de Asturias, c/ Celestino Villamil s. nº. 33.006. Oviedo, Spain.
  6. Current Concepts of Celiac Disease Pathogenesis, DETLEF SCHUPPAN, First Department of Medicine, University of Erlangen-Nuernberg, Erlangen, Germany.
  7. Cutaneous manifestations in celiac disease, World J Gastroenterol 2006 February 14; 12(6): 843-852 World Journal of Gastroenterology ISSN 1007-9327, L Abenavoli, I Proietti, L Leggio, A Ferrulli, L Vonghia, R Capizzi, M Rotoli, PL Amerio, G Gasbarrini, G Addolorato L Abenavoli, L Leggio, A Ferrulli, L Vonghia, G Gasbarrini, G Addolorato, Institute of Internal Medicine, Università Cattolica del Sacro Cuore, Rome, Italy I Proietti, R Capizzi, M Rotoli, PL Amerio, Institute of Dermatology, Università Cattolica del Sacro Cuore, Rome, Italy.
  8. The Many Faces of Celiac Disease: Clinical Presentation of Celiac Disease in the Adult Population, PETER H. R. GREEN Celiac Disease Center at Columbia University, Columbia University Medical Center, New York, New York GASTROENTEROLOGY 2005;128:S74–S78.
  9. Issues related to gluten-free diet in coeliac disease, Riccardo Troncone, Renata Auricchio and Viviana Granata Department of Pediatrics and European Laboratory for the Investigation of Food-Induced Diseases, University Federico II, Naples, Italy. Department of Pediatrics and European Laboratory for the Investigation of Food-Induced Diseases, University.
  10. Alopecia areata and Coeliac Disease: No Effect of a Gluten-Free Diet on Hair. Growth Maria Teresa Bardellaa Roberta Marinoa Mauro Barbareschib Fernando Bianchib Giovanni Fagliac Paolo Bianchia aIstituto di Scienze Mediche, bIstituto di Scienze Dermatologiche e cIstituto di Scienze Endocrine, IRCCS Ospedale Maggiore, Università di Milano, Italia. Received: August 4, 1999.

A Doença Celíaca e a Dermatologia
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/doenca-celiaca-e-dermatologia/feed/ 11
Strogonoff de Frango com Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/strogonoff-de-frango-com-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/strogonoff-de-frango-com-lactosil/#comments Thu, 23 Jan 2014 13:00:14 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10504 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal! Esses dias postei sobre o Lactosil, uma nova enzima pra ajudar quem tem problemas para digerir a lactose (ou Intolerância a Lactose – IL). Achei [...]

Strogonoff de Frango com Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal! Esses dias postei sobre o Lactosil, uma nova enzima pra ajudar quem tem problemas para digerir a lactose (ou Intolerância a Lactose – IL). Achei a ideia muito prática, pois é só carregar o sachê para usar em qualquer prato que leve leite e derivados. Meu esposo já experimentou no sorvete!

Hoje vai uma receita de Strogonoff de Frango, que é um prato bem comum na mesa dos brasileiros, mas que leva creme de leite e manteiga. Quem tem IL agora vai poder consumir!

strogonoff com lacotsil

Rendimento: 6 porções
Preparação: 20 minutos.

Ingredientes:

  • 1kg de frango cortado em cubinhos
  • 1 colher de sopa de manteiga*
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de chá de sal
  • Pimenta do reino a gosto
  • 2 colheres de sopa de catchup
  • 2 colheres de sopa de mostarda
  • 1 colher de sopa de molho inglês
  • 400ml de creme de leite*

Modo de preparo:

  1. Refogue o alho e a cebola na manteiga, junte o frango e o sal.
  2. Deixe o frango cozinhar bem, quando já tiver bem cozido, acrescente o catchup, a mostarda e o molho inglês e mexa bem.
  3. Apague o fogo e acrescente o creme de leite.

Modo de uso LACTOSIL:  

Utilize ½ sachê* de 10.000 ALU por porção ou 1 sachê de 4.000 ALU por porção (Cálculo médio de uso de lactase nos alimentos lácteos, variável por condições de temperatura e tempo de ação. Lactosil não altera o sabor e nem a consistência dos alimentos).

Espero que tenham gostado!
*Quem não tiver possibilidade de adquirir o Lactosil, é só substituir o creme de leite pelo creme de soja e a manteiga por margarina sem leite ou azeite de oliva.

Um abraço, Débora.

Strogonoff de Frango com Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/post-patrocinado/strogonoff-de-frango-com-lactosil/feed/ 6
Enzima Digestiva – Lactosil http://www.semglutensemlactose.com/artigos/enzima-digestiva-lactosil/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/enzima-digestiva-lactosil/#comments Mon, 20 Jan 2014 16:00:40 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10492 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal!

Há tempos que vem se falando sobre enzimas digestivas para quem tem indigestão aos alimentos lácteos (ou Intolerância à Lactose – IL) poder consumir alimentos lácteos sem problemas por [...]

Enzima Digestiva – Lactosil
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi pessoal!

Há tempos que vem se falando sobre enzimas digestivas para quem tem indigestão aos alimentos lácteos (ou Intolerância à Lactose – IL) poder consumir alimentos lácteos sem problemas por causa da digestão da lactose. Agora já é possível encontrar em farmácias a enzima Lactosil, não sei quantos já ouviram falar. É um produto que acaba sendo uma alternativa para a ingestão de leite e de seus derivados, já que se trata da enzima Lactase na forma de sachê. Esse consumo é possível apenas para quem tem IL, isso é importante lembrar. Para quem tem Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV) não é indicado. 

O Lactosil permite o consumo de alimentos lácteos por crianças e adultos* portadores de deficiência da enzima responsável pela quebra do açúcar presente em alimentos à base de leite. O Ministério da Saúde estima 40 milhões de pessoas, entre crianças e adultos, que sofrem com os desconfortos causados pela intolerância alimentar.

Esse produto não é um medicamento, mas deve ser consumido seguindo o modo de uso indicado na embalagem ou de acordo com orientação médica. Sempre gosto de falar para ter o acompanhamento de um profissional, seja gastro ou nutricionista. Acho super importante!

Existem dois sachês com quantidades diferentes da enzima: um com 4.000 FCC ALU,para crianças, e outro com 10.000 FCC ALU**, para adultos. Recomenda-se o uso respectivamente de 02 sachês de 4.000 ou 1 sachê de 10.000, em média, para cada 50g de lactose. Pode ser misturado a qualquer bebida láctea ou usado em receitas e pratos. O produto é vendido nas principais redes de farmácias do Brasil nas apresentações citadas acima, em embalagens com 30 sachês e preços entre R$35,00 e R$70,00.

Pessoal, como tudo o que coloco aqui no site esse produto é uma sugestão. Não creio que deva ser consumido diariamente e nem em todas as refeições. E tudo depende muito do seu grau de intolerância. É uma alternativa? Sim. E creio que pode ajudar muita gente, inclusive meu marido (que é IL) faz uso da lactase em várias ocasiões.

Espero que gostem da dica! Mais informações no site www.lactosil.com.br ou www.facebook.com/Lactosil.Apsen.

*Gestantes, nutrizes (mães amamentando) e crianças até três anos somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionistas ou médicos.

**FCC Alu: O FCC (Food Chemical Codex) é o código de regras de especificações de ingredientes alimentares que informa a quantidade de enzimas digestivas em um determinado alimento. Essa norma é seguida mundialmente por todos os produtos do setor alimentício. O Alu é a unidade de medida de lactase presente no produto.

Fonte: Food Safety Brazil


Sobre a Apsen

A Apsen, fundada em 1969, é uma indústria farmacêutica 100% nacional que oferece soluções de saúde e bem-estar por meio de pesquisa, inovação e disponibilização medicamentos de excelência, investimento em responsabilidade socioambiental e gestão diferenciada de pessoas. A empresa comercializa 34 produtos voltados para as áreas terapêuticas de Neurologia, Psiquiatria, Urologia, Reumatologia, Ortopedia, Ginecologia, Geriatria, Otorrinolaringologia, Pediatria, Clínica Geral, Gastroenterologia e Odontologia. Mais de 65% das pesquisas da Apsen são voltadas para inovação e em parcerias com universidade brasileiras.

Localizada na zona sul da cidade de São Paulo, a Apsen possui um parque fabril com 10,5 mil metros quadrados e, ainda neste ano, o complexo ganhará um Centro de Desenvolvimento e Pesquisa. Em seu pipeline, a companhia tem produtos inovadores, alguns provenientes da biodiversidade brasileira. Com mais de 820 colaboradores, a Apsen é reconhecida no mercado pela sua Plataforma de Gestão por Competências e fechou o ano de 2012 com faturamento de R$ 362 milhões. Mais informações: www.apsen.com.br.

Enzima Digestiva – Lactosil
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/artigos/enzima-digestiva-lactosil/feed/ 27
Sugestões para o Natal e Ano Novo 2014 http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/sugestoes-para-o-natal-e-ano-novo-2014/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/sugestoes-para-o-natal-e-ano-novo-2014/#comments Fri, 29 Nov 2013 12:29:31 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10467 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Fim do ano chegando, Natal, Ano Novo… tudo de novo!

Acho muito gostoso recorrer aos pratos [...]

Sugestões para o Natal e Ano Novo 2014
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

natal ana novo 2014sem gluten sem lactose

Fim do ano chegando, Natal, Ano Novo… tudo de novo!

Acho muito gostoso recorrer aos pratos feitos em casa, com carinho, com preparação, com planejamento, como uma forma de demonstrar amor àqueles que vamos receber. Mas às vezes não dá tempo né minha gente? Essa vida corrida, criança, visita, família… de vez em quando recorrer a um ou outro item já pronto facilita muito nossa vida.

Outra ideia é fazer uma Cesta de Natal bem linda, embalada com uma fita vermelha e dourada, recheada de coisinhas e dar de presente? Eu não sei vocês, mas eu amo ganhar coisa de comer, ainda mais quando são produtos especias! Se você tiver um amigo, uma amiga ou familiar que tem restrição, tenho certeza que ele ou ela irão amar ganhar uma cesta dessas.

Semana que vem vou colocar várias ideias no nosso facebook para a CEIA DE NATAL de vocês. Mas além das receitas, hoje queria fazer uma lista de produtos sem glúten e sem lactose disponíveis no mercado que podem ajudar muito na hora de preparar as receitinhas. Às vezes olhamos o produto e não pensamos que podemos utilizar em tal receita e acabamos ficando sem ideia.

Por isso vou ajudar vocês, fiz em ordem alfabética. Quem tiver mais dicas pode colocar nos comentários, quanto mais sugestões melhor!

Bom, vamos começar:

Tudo isso além de muitos outros que você pode encontrar e deixar a imaginação rolar: http://www.semglutensemlactose.com/loja e sem contar as nossas receitas que estão todas ordenadinhas aqui no Índice. É só chegar!

Eu já estou com a minha listinha pronta, não quero passar aperto dessa vez.
Espero que tenham gostado das ideias!
Bjs, Débora.

Sugestões para o Natal e Ano Novo 2014
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/sugestoes-para-o-natal-e-ano-novo-2014/feed/ 0
Pudim sem Leite http://www.semglutensemlactose.com/receita/pudim-sem-leite/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/pudim-sem-leite/#comments Wed, 20 Nov 2013 11:00:14 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10451 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi gente! Vi tempos atrás na fanpage que eu sigo “Meu Pratinho Saudável” e achei bem interessante. Depois descobri que na verdade a receita [...]

Pudim sem Leite
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi gente! Vi tempos atrás na fanpage que eu sigo “Meu Pratinho Saudável” e achei bem interessante. Depois descobri que na verdade a receita é avó da Maria Tereza, uma leitora da Monalisa que é autora do blog “O Diário de Receitas Sem Lactose“. A Monalisa fez e amou. Eu já testei várias vezes, achei a ideia ótima e sei que tem muita gente correndo atrás de uma Receita de Pudim sem leite (lactose e caseína) e sem glúten. Então aí está!

DICA: Para não ficar mole, asse o tempo suficiente e depois de pronto deixe pelo menos 4h na geladeira (o ideal seria de um dia pro outro), ou se quiser acrescente 2 colh. de amido de milho na receita. Ficará bem firminho!!

*Se quiser colocar menos açúcar na receita do pudim para não ficar tão doce, pode colocar. E capriche na calda! ;)

Receita: O Diário de Receitas Sem Lactose
Foto: Meu Pratinho Saudável

Veja mais em Índice de Receitas.
Conheça aqui nossa LOJA VIRTUAL!

Pudim sem Leite
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 3.5
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
1pudim pequeno 30min.
Tempo Cozedura Tempo passivo
60min. 240min.
Porções Tempo Preparação
1pudim pequeno 30min.
Tempo Cozedura Tempo passivo
60min. 240min.
Pudim sem Leite
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 2
Classificação: 3.5
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
1pudim pequeno 30min.
Tempo Cozedura Tempo passivo
60min. 240min.
Porções Tempo Preparação
1pudim pequeno 30min.
Tempo Cozedura Tempo passivo
60min. 240min.
Ingredientes
Porções: pudim pequeno
Instruções de preparação
  1. Coloque o açúcar mascavo em uma forma para pudim com furo no centro, leve ao fogo bem baixo e deixe o açúcar derreter.
  2. Assim que estiver dourado, coloque a água quente com cuidado e mexa. Deixe descansando enquanto coloca o pudim para bater.
  3. Peneire todos os ovos.
  4. Coloque os ovos e o restante dos ingredientes no liquidificador e bata bem.
  5. Despeje na forma e leve para assar (forno médio 180 graus preaquecido) em banho-maria por 1 hora.
  6. Leve a geladeira por pelo menos 4 horas para esfriar. Sirva a seguir.

Pudim sem Leite
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/pudim-sem-leite/feed/ 123
Frete Reduzido na Loja Sem Glúten Sem Lactose http://www.semglutensemlactose.com/noticias/frete-reduzido-na-loja-sem-gluten-sem-lactose/ http://www.semglutensemlactose.com/noticias/frete-reduzido-na-loja-sem-gluten-sem-lactose/#comments Thu, 14 Nov 2013 16:30:08 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10443 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Como prometemos desde o início da Loja Virtual Sem Glúten Sem Lactose, nosso objetivo é [...]

Frete Reduzido na Loja Sem Glúten Sem Lactose
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

frete reduzido loja virtual sem glúten sem lactose

Como prometemos desde o início da Loja Virtual Sem Glúten Sem Lactose, nosso objetivo é sempre negociar para que nossos clientes possam ter sempre os melhores preços, produtos e marcas. Afinal o objetivo da loja sempre foi facilitar para quem tem a necessidade de consumir esse tipo de produto. Saiba mais sobre nossa missão aqui.

Então hoje quero contar uma novidade!

Em parceria com os Correios e o nosso Distribuidor, conseguimos reduzir o valor do frete e incluímos novas modalidades de envio, além das duas conhecidas PAC e Sedex:

Sedex 10 - somente para algumas capitais que entrega a encomenda até as 10h do dia útil seguinte.
E-Sedex - sedex que envia produtos adquiridos somente em comércio eletrônico. É mais barato que o Sedex convencional mas com a mesma rapidez e segurança, porém está disponível para apenas alguns cep’s).

Veja mais em: http://www.semglutensemlactose.com/loja/prazos/

A redução do valor do frete é mais uma conquista para nós e consequentemente para vocês. E mais melhorias virão!
Ficamos felizes sempre quando podemos lutar por preços e condições melhores para nossos leitores e amigos.

Qualquer dúvida é só entrar em contato.
Uma boa compra.

Bjs, Débora.
www.semglutensemlactose.com/loja

Frete Reduzido na Loja Sem Glúten Sem Lactose
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/noticias/frete-reduzido-na-loja-sem-gluten-sem-lactose/feed/ 4
Gelatina Colorida com leite de coco http://www.semglutensemlactose.com/receita/gelatina-colorida-com-leite-de-coco/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/gelatina-colorida-com-leite-de-coco/#comments Thu, 07 Nov 2013 14:06:43 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10428 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Essa semana uma amiga fez a tradicional Gelatina Colorida. Foi com tudo que tinha direito: leite condensado e creme de leite. Para quem não tem problema com leite (lactose ou caseína) [...]

Gelatina Colorida com leite de coco
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Essa semana uma amiga fez a tradicional Gelatina Colorida. Foi com tudo que tinha direito: leite condensado e creme de leite. Para quem não tem problema com leite (lactose ou caseína) tudo bem. Aí me lembrei de uma sobremesa que minha sogra fez, Mousse de Morango com Gelatina onde ela usa leite de coco e resolvi adaptar.

O resultado fica lindo! Ainda mais se usar gelatinas bem coloridas e diferentes. Tenho certeza que qualquer criança (e adulto!) vai amar.

DICA: Se quiser servir de colheradas na travessa pode usar 1 envelope apenas gelatina incolor. Caso queira desenformar, utilize duas para ficar bem firminho, leve para gelar em uma forma de buraco no meio para desenformar depois. Não esqueça de molhar e deixar a forma úmida antes de colocar o creme, isso ajuda a soltar mais fácil.

Se não quiser usar a gelatina incolor, prepare uma gelatina comum com apenas 1 xícara de água e depois bata com o leite de coco. Vai ficar um creme com a cor da gelatina, mas dá super certo também!!

Adaptação da Receita e Fotos: Sem Glúten Sem Lactose.
Veja mais em Índice de Receitas.

Conheça nossa Loja Virtual!

Gelatina Colorida com leite de coco
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 0
Classificação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
180min.
Tempo Preparação
180min.
Gelatina Colorida com leite de coco
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 0
Classificação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Tempo Preparação
180min.
Tempo Preparação
180min.
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Prepare as gelatinas coloridas em travessas separadas, de acordo com as instruções da caixa. Utilize um pouco menos de água para dar mais firmeza (uns 50 ml a menos é suficiente).
  2. Leve para a geladeira e espere endurecer. Depois corte em cubinhos e reserve.
  3. À parte dissolva a gelatina incolor conforme a instrução da embalagem, bata no liquidificador com o leite de coco e o açúcar.
  4. Despeje sobre a mistura sobre a gelatina já firme e retorne à geladeira para endurecer.

Gelatina Colorida com leite de coco
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/gelatina-colorida-com-leite-de-coco/feed/ 34
Chá de Fralda – sem glúten e sem lactose http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/cha-de-fralda-sem-gluten-e-sem-lactose/ http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/cha-de-fralda-sem-gluten-e-sem-lactose/#comments Tue, 05 Nov 2013 13:47:36 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10397 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Oi gente!
Hoje vim aqui pra contar como foi que organizei meu Chá de Fralda, afinal daqui mais algumas semanas esse bebê aparece por aqui! Posso dizer que ficou lindo e [...]

Chá de Fralda – sem glúten e sem lactose
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

cha de fralda - sem gluten sem lactose

Mamãe e papai coruja!!

Oi gente!
Hoje vim aqui pra contar como foi que organizei meu Chá de Fralda, afinal daqui mais algumas semanas esse bebê aparece por aqui! Posso dizer que ficou lindo e delicioso. E falo pra vocês, dá perfeitamente para fazer o chá inteiro com comidinhas sem glúten e sem lactose. Talvez dê um pouquinho mais de trabalho, mas com planejamento é super possível.

A parte de decoração não vou entrar muito em detalhes, pois isso se acha muito fácil na internet em blogs de maternidade como o Macetes de Mãe ou o Casamenteiras. Eu peguei umas dicas e fiz decoração nas cores turquesa, laranja e amarelo. Imprimi tags e bandeirolinhas pra espetar nos quitutes, comprei umas florzinhas, fitinhas, mimos… fui reunindo vários itens que combinavam e eu mesma que decorei.

Fiz a lista das convidadas, entreguei os convites e pedi para confirmarem, até para saber a quantidade das comidinhas. A lista tinha 50 mulheres aproximadamente, mas estiveram presentes 30 pessoas. Ou seja, conte sempre com as faltas! Mas vamos ao que interessa, né?

O Cardápio!

Como fiz no domingo, optei por um chá da tarde com bolos doces, tortas salgadas, patês, sucos, docinhos e coisas mais frescas. Até porque aqui fez um calor danado. Praticamente nenhuma convidada tinha intolerância/alergia, então algumas coisas fiz/encomendei com ingredientes comuns (trigo e leite condensado).

Mas abaixo vou colocar o que eu servi e o link com a receita sem glúten e sem lactose, é só clicar em cima do nome que vai direto pra página da receita.

Salgados:

*Na torta de frango que eu encomendei, a pessoa que fez utilizou uma receita comum com farinha de trigo, mas ali em cima coloquei a opção sem glúten e sem lactose pra vocês. 

cha de fralda sem gluten sem lactose

A mesa arrumadinha. Só apareceram os doces, os salgados estavam do outro lado e ficaram escondidos.

Doces:

cha de fralda sem gluten sem lactose

As gelatinas nas cores da festinha!

*Os docinhos nos copinhos (brigadeiro, beijinho e mousse) eu fiz com o leite condensado comum, porém sem glúten. Mas ali nas receitas coloquei a opção sem lactose pra vocês também.

**Quem quiser comprar os preparados para bolos sem glúten (é muito mais rápido e dá menos trabalho) pode comprar aqui na Loja Virtual.

IMG_3278

As garrafinhas de água personalizadas. Um amor!

Bebidas:

  • Chá mate gelado com maracujá
  • Chá mate gelado com limão
  • Suco, Refrigerante e Água

E no fim, muitos presentes, muitas amigas, muito carinho, muitas coisas pra lembrar!
Espero que vocês se animem com as festinhas de vocês. Como eu falei, talvez seja um pouco mais trabalhoso, mas é possível realizar seu aniversário, chá, ou a festinha que for com um cardápio inteirinho sem glúten e sem lactose.

cha de fralda sem gluten sem lactose

Lembrancinhas! Pode ser algo de comer ou um cheirinho pra colocar no guarda roupa.

Quem tiver fotos das festinhas que já fizeram, mandem pra mim que eu publico no face!
Espero que tenham gostado!
Beijinhos, Débora.

Chá de Fralda – sem glúten e sem lactose
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/blog-da-debora/cha-de-fralda-sem-gluten-e-sem-lactose/feed/ 12
Macarrão Caseiro de farinha de banana verde http://www.semglutensemlactose.com/receita/macarrao-caseiro-farinha-banana-verde/ http://www.semglutensemlactose.com/receita/macarrao-caseiro-farinha-banana-verde/#comments Tue, 29 Oct 2013 12:34:51 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10380 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Tempos atrás coloquei a foto desse macarrão sem glúten no facebook, dizendo que havia ganhado de uma amiga que fez em casa. Essa amiga, a Sheila, que é nutricionista, me [...]

Macarrão Caseiro de farinha de banana verde
Débora

]]>
Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Tempos atrás coloquei a foto desse macarrão sem glúten no facebook, dizendo que havia ganhado de uma amiga que fez em casa. Essa amiga, a Sheila, que é nutricionista, me passou a receita e vou compartilhar com vocês. Ela me contou que é um pouco difícil acertar o ponto de primeira, mas que com a prática se consegue.

Veja com atenção nas informações abaixo:

  • A medida tem que ser o mais precisa possível para não dar errado.
  • Misture bem os ingredientes secos, isso dá diferença no resultado. Pode peneirar, agitar no pote e deixar descansar, depois misturar novamente.
  • O cheiro da massa é bem forte e a cor fica escura, mas não fica com sabor ruim. Cozinhe al dente para não ficar empapado.
  • Os 68 ml de ovo equivalem a uns 2 ovos. Se for utilizar somente a clara, deve dar 2 a 3 ovos. Vá dando o ponto da massa com os líquidos (ovos + água),  porque depende muito do tamanho do ovos. O ideal seria utilizar uma balança digital para ter a medida exata.

DICAS: Já fiz com Molho de Espinafre e com Molho Bolonhesa. Ficaram ótimos!! Experimente fazer a massa com 50% farinha de banana verde e 50% farinha de arroz e sem a clara do ovo (substitua por água).

Receita: Sheila Yuasa – Nutricionista.
Foto: Sem Glúten Sem Lactose.

Veja mais em Índice de Receitas.

Macarrão Caseiro de farinha de banana verde
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
02 60min.
Porções Tempo Preparação
02 60min.
Macarrão Caseiro de farinha de banana verde
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Votos: 1
Classificação: 1
Você:
Classifique esta receita!
Porções Tempo Preparação
02 60min.
Porções Tempo Preparação
02 60min.
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Misture bem os ingredientes secos.
  2. Abra a massa e passe pela máquina de macarrão, ou corte no formato que desejar. Polvilhe farinha de arroz para ele não grudar.
  3. Utilize a massa fresca para cozinhar (+ - 3 a 5 minutos), não deixe passar do ponto. O da foto é talharim, leva 5 minutos para cozinhar, caso faça espaguete o tempo é menor. Quanto mais fino, menos tempo de cozimento.
  4. Sirva com o molho de preferência.

Macarrão Caseiro de farinha de banana verde
Débora

]]>
http://www.semglutensemlactose.com/receita/macarrao-caseiro-farinha-banana-verde/feed/ 26
Sensibilidade ao Glúten na ausência de Doença Celíaca http://www.semglutensemlactose.com/artigos/sensibilidade-gluten-ausencia-doenca-celiaca/ http://www.semglutensemlactose.com/artigos/sensibilidade-gluten-ausencia-doenca-celiaca/#comments Tue, 15 Oct 2013 11:00:16 +0000 http://www.semglutensemlactose.com/?p=10340 Sem Glúten Sem Lactose
Sem Glúten Sem Lactose - Receitas, Nutrição, Dicas e Artigos

Por Imran Aziz, Marios Hadjivassiliou, David S Sanders*