dificuldade de emagracer sem gluten sem lactose

Pessoas… eu sei que sexta-feira é um dia complicado pois antecede o fim de semana (que antecede almoços em família, sobremesas, tentações, etc…). Mas é por isso mesmo que resolvi publicar isso justo hoje. Quem sabe não é um ânimo a mais para resistirmos, não é?

 

O que o estresse tem haver com a dificuldade de emagrecer?
Dra. Karine Rizzardi

Você certamente conhece alguém que vive fazendo dieta, sabe muito sobre calorias, tenta tudo o que está ao seu alcance e mesmo assim não emagrece. A resposta para essa pergunta é tão simples que parece mentira: Muitos não emagrecem porque fazem coisas que está associado a “desprazer” no cérebro. Como psicóloga, acompanho a quase uma década, casos de pessoas que só começaram a ser bem sucedidos a partir do momento em que reprogramaram suas mentes a respeitar os indícios que o próprio corpo dava.

O QUE ISSO SIGNIFICA?
Muitos acreditam na falsa verdade que “emagrecimento é igual a sofrimento” e é aí que começa o problema. Quando você faz algo que não lhe dá prazer (ex. dieta sem comer nada das guloseimas que gosta, ter alto índice de restrição alimentar ou ir à academia obrigada) isso vira tortura emocional e o sistema de controle cerebral é o primeiro que reage a isso.

O QUE ACONTECE NO CÉREBRO QUANDO VOCÊ FAZ COISAS POR OBRIGAÇÃO?
Através da neurociência, toda pessoa que executa atividades desta ordem, aumenta seu índice de estresse. A substância responsável por controlar isso no cérebro chama-se cortisol, onde terá a função de equilibrar todas as emoções. Caso o cortisol permaneça em nível elevado e mais de vinte minutos no cérebro, gera no indivíduo uma vontade incontrolável de comer gorduras ou doces, pois essa é a fórmula mais rápida para que o cortisol volte ao seu equilíbrio. Além de gerar a vontade desmedida de comer, o metabolismo diminui, pois o cérebro faz a leitura que está em perigo e que precisa economizar energia caso você precise.

RESULTADO?
No caso de uma pessoa estressada ou que está fazendo uma atividade com desprazer, o índice do cortisol fica tão elevado que ao invés de ajudar, faz o efeito contrário. Neste caso o indivíduo se esforça ao extremo, mas no final não emagrece nada – ou quase nada! Existe algo mais frustrante do que isso?

Há teorias que comprovam que, em geral, as 18:30 é o horário em que o cortisol fica mais elevado e isso explica porque muitos conseguem se cuidar durante o dia, mas a noite se descontrolam e comem tudo o que vêem pela frente. Há também aqueles que iniciam o regime na segunda, mas na sexta-feira se desmotivam e comem compulsivamente até o domingo. Neste caso, o cortisol ficou tão elevado devido a restrição alimentar dos dias anteriores que desequilibrou o organismo, levando ao excesso alimentar.

COMO RESOLVER?
Quando entendemos como nosso cérebro funciona, conseguimos trabalhar ao nosso favor e é por isso que precisamos aprender a respeitar o que o corpo diz. Ótimos resultados aparecem quando unimos dedicação – sem sofrimento – ou seja, quando nos cuidamos na quantia de comida, mas não deixamos de comer aquilo que sentimos prazer. Quando trocamos a academia “desprazeirosa” por se deleitar no ato de caminhar ao redor da quadra de sua casa vinte minutos de ida e vinte minutos de volta.

Fazer as coisas com prazer – e – sem sofrimento, gera resultados mais eficazes e aumenta o controle emocional. Isso ajuda a manter a motivação, o que é determinante para atingir os objetivos que a pessoa espera.

A autora é Psicóloga Especialista em Casais e Família
Pós graduada na Chicago University – IL, EUA
Especialista em Aconselhamento Familiar
[email protected]

7 thoughts on “Dificuldade de Emagrecer

  1. CAMILA says:

    Bom dia, estava a procura de entender o p q ñ consigo emagrecer, e essa dica achei muito importante, realmente esteja aí meu insucesso na dieta, prá mim ñ é fácil, sou compulsiva por comida, sofro muito p/ resistir a hora q bate o desejo por comer. Trabalhar isso ñ é fácil mas preciso e muito.

  2. Julia Aidar says:

    Então…não lembrava mais desse negócio de assinar por email, hehe, eu leio tudo no Google Reader e é mais fácil quando está tudo lá, só clico para vir ao site se quiser comentar ou algo assim. Mas obrigada pela resposta!

  3. Rafaela says:

    Olá, já havia conhecido seu site não lembro muito bem.
    São ótimas receitas :D
    a que eu fiz do Bolinho de Goma foi invenção da minha avó ;;
    se quiser postar aqui ficarei muiito feliz:)
    é muiito boa ela

    abraços,
    rafaela

  4. Julia Aidar says:

    Débora, gostei muito do novo site, mas não gostei de não poder mais ler tudo no feed RSS. Nem sempre temos tempo ou vontade de clicar para vir até o site e saber o que é a matéria toda, e confesso que deixo de ler vários posts por isso.

    • Débora says:

      @Julia Aidar,
      Oi Julia… então menina… algumas pessoas acham melhor clicar e ir pro site, pq não fica aquele textão no e-mail… vou estudar uma forma de ficar bom pra todo mundo!! Brigada pelo comentário… ajuda muito!!!! Bjao e boa semana!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *