Compartilhe!

1, 2, Feijão com Arroz

por

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Feijão, arroz, couve refogado com bacon e muito carinho. Que refeição mais gostosa!

Pesquisei alguns benefícios do feijão:

  • Não contém glúten
  • O feijão é uma semente com alto valor nutritivo, principalmente ferro
  • Existem vários tipos de feijão, sendo que os mais comuns no Brasil são: carioquinha, preto, de corda, jalo, branco, rosado, fradinho, rajado e bolinha
  • É um alimento rico em proteínas vegetais
  • Possui também um alto valor calórico, sendo que 100 gramas de feijão apresenta 330 calorias
  • No Brasil, é muito consumido em combinação com o arroz e também para fazer a feijoada
  • Possui uma boa quantidade de fibras (cada 100 gramas de feijão apresenta, em média, 19 gramas de fibras)
  • Ele é produzido durante todos os meses do ano
  • Além do ferro, possui os seguintes sais minerais (potássio, fósforo e cálcio)

Aém de ser um alimento tradicional da cozinha brasileira, o feijão, especialmente em sua combinação com o arroz, tem alto valor nutricional. Porém, segundo pesquisa realizada pelo IBGE entre 2002 e 2003, seu consumo vem diminuindo no país. Essa mudança, que se deve, por um lado, ao encarecimento do produto e, por outro, a transformações culturais, tem preocupado nutricionistas e outros profissionais da saúde.

Por isso, comer feijão pelo menos uma vez por dia se tornou um dos 12 passos para uma alimentação saudável nas campanhas do Ministério da Saúde e do Instituto de Nutrição Annes Dias, no Rio de Janeiro. E mesmo para quem não aprecia o produto preparado em sua forma usual, há receitas e opções que ajudam a variar o cardápio sem abrir mão dos benefícios que esse alimento proporciona.

Os grãos de arroz contêm metionina, e os feijões, lisina. Ou seja, aminoácidos. Quando estão juntos, são muito mais eficientes na reparação de tecidos do organismo inteiro. Tal performance é rara de ver entre os vegetais. Geralmente são alimentos de origem animal, como as carnes, que apresentam esse perfil protéico. A união também equilibra o índice glicêmico. Enquanto o arroz sozinho, principalmente o polido, pode disparar as taxas de açúcar e insulina na circulação, o feijão tem o poder de reduzir esse efeito, o que mantém a glicose estabilizada.

A mistura é importante para manter a glicemia em níveis adequados e diminuir o risco de diabete. Sem falar que, por não mandar o açúcar às alturas de uma hora para outra, proporciona saciedade. Outro benefício foi a descoberta na Faculdade de Odontologia em Piracicaba. Cientistas dosaram a retenção de flúor no arroz e no feijão preparados em casa e observaram que eles seguram excelentes teores do mineral após o cozimento. Segundo o dentista Jaime Cury, líder da pesquisa, um bom prato de arroz e feijão aumenta a concentração da substância na saliva, o que diminui a desmineralização dos dentes e protege contra as cáries.

Fontes: Suapesquisa.Com, Portal MultiRio, CFAP

DICA:

Como preparo meu feijãozinho carioca? Deixo de molho da noite pro dia e de manhã troco a água. Frito pedaços de bacon picados e calabresa, coloco folhinhas de louro + temperos + pimentinha e cubro com água. Deixo na pressão por aproximadamente 30 minutos, depois abro a panela para engrossar o caldo. Feijão caseiro e muito saboroso! 

E você, como prepara o seu?

10 respostas para "1, 2, Feijão com Arroz"
  1. Gosto de temperar meu feijão na ora de ir para o cozimento , sal, alho, óleo, mangerona, orégano cominho pimenta calabresa bem pouco, ás vezes coentro. Hummmmmmmmmm , demais.

  2. Olho vivo nas embalagens de feijão!! Alguns contem Gluten sim, passei por isso recentemente. Também achava que todo feijão fosse sem gluten, mas não são.

  3. Gostei mto desse post do feijão! Amooooooooo feijão! Mas faço diferente, Dé! Prefiro só alho, sal e pimenta pro dia-a-dia. Esse seu mais requintado fica pro sábado, pq qualquer dia é dia de feijão!!!!bjussssss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *