Compartilhe!
farinha sem gluten

Substituição ao Trigo

por

farinha sem gluten

Leia o post Nossa Nutri Responde.

PERGUNTA 03:

“Cara amiga, tenho tido várias dúvidas sobre a vida de um celíaco, entre elas se nos ingredientes para bolo a farinha de trigo pode ser substituída por fécula de batata. Também posso substituir o leite pelo soro do mesmo (para 1 litro de leite uma colher de limão, o leite vai talhar e sobra o soro)? E no preparo de pães pode colocar CMC ou melhorador de pão ou limão (no caso de receita sem leite) com água para que o pão fique mais úmido, macio…? Muito obrigada pela atenção que será de muita ajuda!!!! Tati Turcato.”


RESPOSTA:

Tati,

O ideal não é substituir a farinha de trigo por apenas uma farinha sem glúten, normalmente funciona melhor quando você faz um mix de 2 ou mais farinhas. Eu gosto de utilizar 50% farinha de arroz e 50% polvilho doce, mas você também pode utilizar nas misturas a fécula de batata, o amido de milho, a farinha de soja, a farinha de quinoa, entre outras. Eu gosto de usar o polvilho na massa porque parece que ele consegue dar um pouquinho daquela “liga” que o glúten dá. A massa fica mais elástica.

Quanto ao leite, não sei qual seria seu objetivo ao substituí-lo pelo soro de leite. Se o objetivo for reduzir calorias e gorduras, realmente o soro de leite é mais magro do que o leite integral. Por outro lado, se você tem intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite de vaca, então você também não poderá utilizar o soro do leite, pois essas substâncias ainda vão estar presentes no alimento. Vale ressaltar que trocando o leite de vaca pelo leite vegetal (soja, quinoa, castanhas, etc), ou até mesmo por água, dificilmente prejudicará o andamento da sua receita.

Você pode sim utilizar o CMC, melhorador de pão ou a goma xantana para melhorar sua receita de pão. Você também encontrará algumas dicas de substituição de produtos.

Espero ter ajudado!

Dra. Tati K. Fischer*

*A autora é colaboradora do blog, nutricionista, Pós-graduanda em
Nutrição Clínica Funcional, sócia-diretora da Clínica de Nutrição NutriCare,
localizada em Jaraguá do Sul – SC – Telefone: (47) 3055-0969

13 respostas para "Substituição ao Trigo"
    • Olá Sandro, minha sugestão é que você procure uma nutricionista funcional, que irá ver qual é a necessidade e restrições do seu organismo e assim poderá te orientar de uma forma exata. Abs..

  1. Olá!!minha filha de 7 anos está em uma dieta de 15 dias sem leite e seus derivados para descobrir se tem alergia ao leite, e entre as abstenções está a farinha de trigo; eis minha dúvida: por que não posso usar farinha de trigo se minha filha nunca teve nenhum problema com trigo?? e café?? por favor me responda.Obrigada!

    • Oi Kátia, infelizmente não poderei lhe responder. O que eu sei é que a maioria das pessoas que tem intolerância a um, provavelmente tem ao outro. O ideal seria perguntar para uma nutricionista funcional, que poderá dar a orientação correta. Um grande abraço e sucesso!! Débora.

  2. Olá, boa noite!
    Há alguns meses descobri que minha filha tem intolerância ao glúten, e desde então venho tentando fazer receitas de pães sem glúten em casa, mas até hoje nenhuma deu certo. Eu coloco o fermento biológico próprio para pães, sigo a receita à risca, mas ela não cresce e ainda fica muito dura quando sai do forno.
    Estas receitas são apenas para máquina de pão ou há algum ingrediente que faz crescer e ficar fofo? No forno nunca funciona para mim rsrsr
    Desde já agradeço….

    • Oi Ariane, depende da receita, se ela estiver escrita no título que é para máquina de pão, então ela funcionará na máquina. Outra coisa é que realmente os pães não crescem muito e também a consistência é outra… mas eu ñ posso falar muito pq tb não sei fazer pão sem glúten muito bem.. hehehe Bjsss e bom fim de semana!

  3. Tathiany Rocha, primeiramente desculpe pela demora em responder sua dúvida. Não sei se você já decidiu o que fazer, mas minha opinião é que você converse com sua médica sobre isso e decidam juntas, pois é ela que está a par do caso da sua pequena.
    O que eu posso te dizer sobre o exame de sangue é que, mesmo se der positivo, a única maneira de confirmar realmente uma doença celíaca é por meio da biópsia intestinal. Outro fator é que, mesmo se ela for celíaca, o exame só mostrará resultado positivo se ela estiver em uma dieta que contenha glúten. Porém, até porque você apresenta essa intolerância, talvez seja uma boa opção avaliar pelo exame de sangue, e caso o resultado dê negativo, você pode fazer o teste de exclusão do glúten da alimentação dela por um período e observar os sintomas. Mas, como disse antes, converse com sua médica sobre isso.
    Espero ter ajudado.

  4. Olá gente querida!

    Acompanho este blog há algum tempo, mas nunca havia feito um comentário e hoje resolvi. Na verdade seria mais uma dúvida que um comentário. Sou intolerante ao gluten e tenho uma bebê de 9 meses. Recentemente ela fez um exame de sangue e deu um pouco de anemia, tomou medicação e mesmo assim continuou com a deficiência no sangue, o mesmo que acontecia comigo antes de saber da intolerância. Falei a médica e ela passou os exames de sangue para que eu fizesse na minha pequena, mas depois me perguntei: será que vai ser válido? Ela ainda é tão pequena e a única coisa que ela come com gluten é um mingau de aveia e bolachinhas e mesmo assim não é todo dia…. Será que pode dar um falso negativo? Por favor me ajudem? Eu devo fazer este exame e furar a minha pequena mais uma vez? :( Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *