Compartilhe!

Você quer ser Magra ou Emagrecer?

por

Por Karine Rizzardi*

A ansiedade é a campeã de insucessos nas tentativas de emagrecimento e é esta que impulsiona o descontrole alimentar e que gerencia o comando das emoções. Se somarmos a ela, o estresse e as escolhas erradas na alimentação, é aí que o sucesso do que corpo que se busca, fica comprometido pela sensação de fracasso da pessoa.

Como ninguém nasceu para dar errado, não há alimento mais nutritivo para o ser humano do que o amor próprio e isso começa acontecer quando você deixa de tratar você mesma como você trata do seu estômago. Você sabe qual é o fator que mais contribui para aumentar a ansiedade no comer? Não há nada que seja tão eficaz para deixar você engolir tudo o que vê pela frente, do que a privação alimentar. É nas restrições exageradas de alimentos que se encontram as piores armadilhas, porque o fato de pensar: “Eu não posso comer” gera tanto estresse, que a pessoa age no “tudo ou nada” e se restringe do que gosta de comer, para “emagrecer” (não ficar magra, pois quem quer emagrecer, sabe que tem dia para terminar a dieta e faz restrições até o dia anterior de uma festa, um casamento ou um feriado).

Com o passar do tempo, essa mesma pessoa se solta na alimentação e sem se dar conta, ela come três vezes mais, posteriormente. Nisso, ao invés de comer um prato raso de macarrão, come quatro pratos e meio, só para compensar as vezes que não pode ter este prazer. Se a pessoa se deixa levar pelos extremos, ela entra em um circulo vicioso que parece não ter fim: começa o regime restritivo e isso aumenta o estresse. O estresse por sua vez, aumenta a ansiedade e faz com que a pessoa compulsione na comida. A compulsão gera culpa, que gera frustração, que gera atitude de restrição alimentar e começa a mesma dança tudo outra vez.

O problema não é vivenciar esse ciclo uma vez ou outra, mas fere e arde passar por isso mais de cinqüenta vezes e não conseguir ver a saída do problema. E por que a pessoa precisa se agredir tanto para conseguir o que quer? Quando se come o que gosta, mas sem exageros, a pessoa não fica ansiosa e não aciona o estresse e o desejo de compulsionar. Executando esse treino, a pessoa pode estar no caminho certo para ser magra e não necessariamente viver fazendo dieta, andando em círculos e sentindo que não sai do lugar e com o peso do sentimento de fracasso.

Uma coisa é certa: Certamente, VOCÊ VALE MAIS QUE UM PÃO, UM CHOCOLATE E UMA MASSA, pois nenhum prazer pessoal vale mais que o fato de se sentir bem consigo próprio (mesmo que isso exija tempo). O que não dá, é ter que viver como se fosse um padrão contínuo de privação que aumenta o estresse, que aumenta a ansiedade, que leva a compulsão, que gera culpa, que ….. Seu “eu” é infinitamente maior do que seu peso.

*A autora é psicóloga especialista de casais e família no Instituto Linnea, em Cascavel, Pr.

4 respostas para "Você quer ser Magra ou Emagrecer?"
  1. Ameeeei esse artigo…
    Depois que li comecei a fazer uma retrospectiva das minhas dietas… descobri que venho errando esse tempo todo :-(

    Obrigada mais uma vez…

  2. Débora, achei ótimo este artigo. Que bom se todo mundo pensasse assim, onde a aparência fosse menos importante do que a saúde e a auto-estima.
    Muito esclarecedor.
    Uma semana iluminada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *