Compartilhe!

Mingau de Aveia

por

Parece comidinha da mãe ou da vó e acho que por isso é tão gostoso! Ainda mais em um dia chuvoso ou com clima mais friozinho. E essa receita com aveia e banana ainda é super nutritiva. Aprovada!

DICA: Polvilhe um pouquinho de canela em pó para finalizar seu mingau com mais sabor.

Veja mais em Índice de Receitas e conheça também nossa Loja Virtual de produtos para intolerantes e alérgicos.

Mingau de Aveia
Imprimir
Imprimir
Mingau de Aveia
Imprimir
Ingredientes
Porções:
Ingredientes
Porções:
Instruções de preparação
  1. Liquidifique a banana com a aveia, o leite de coco e a água.
  2. Leve ao fogo até engrossar.
  3. Sirva com o mel e canela.
57 respostas para "Mingau de Aveia"
  1. Glúten é uma proteína encontrada em cereais como trigo, centeio e cevada. Já a aveia possui outro tipo de proteína chamada de avenina. Entretanto, a aveia é normalmente cultivada no mesmo terreno que esses grãos em um processo chamado de rotação, onde em uma temporada é plantada a aveia, na outra o trigo, depois o centeio e depois a aveia novamente. O sistema de rotação é uma das melhores maneiras de manter a terra naturalmente fértil, mas esse processo pode deixar para trás algumas sementes de centeio, cevada ou trigo que levam à contaminação da plantação de aveia pelo glúten.

    Devido a essas formas de contaminação a maior parte das aveias comercializadas no Brasil contém traços de glúten e não podem ser certificadas como livres de glúten.

    Alguns estudos já demonstraram a segurança do consumo de aveia em dietas livres de glúten e recentemente em um estudo publicado na revista Nutrients, pesquisadores acompanharam durante oito anos 106 adultos com doença celíaca que foram divididos em 2 grupos: um grupo consumiu 20g de aveia todos os dias e um grupo controle não consumiu aveia. Os pesquisadores avaliaram a ingestão diária de aveia e fibras, a morfologia do intestino delgado e os sintomas gastrintestinais. Os autores observaram que aqueles que consumiram aveia apresentaram uma ingestão de fibras significativamente maior do que aqueles que não consumiram e que o consumo de aveia, em curto e longo prazo, não danificou as vilosidades da mucosa intestinal. Por isso, foi concluído que o consumo de aveia em longo prazo por essa população não gerou efeitos prejudiciais.
    Mas cada um deve tomar a decisão se deve ou não consumir aveia.

    Bibliografia (s)

    The University of Chicago Celiac Disease Center. Do oats contain gluten? Disponível em: . Acessado em: 23/06/2014

    COMISSÃO SUL-BRASILEIRA DE PESQUISA DE AVEIA. Recomendações Tecnológicas para o Cultivo de Aveia. Passo Fundo: Gráfica e Editora UPF, 1995, 50p.

    Lange E. Oat products in gluten free diet. Rocz Panstw Zakl Hig. 2007;58(1):103-9.
    Richman E. The safety of oats in the dietary treatment of coeliac disease. Proc Nutr Soc. 2012;71(4):534-7

    Kaukinen K, Collin P, Huhtala H, Mäki M. Long-term consumption of oats in adult celiac disease patients. Nutrients. 2013;5(11):4380-9.

    Fonte da pesquisa:http://www.nutritotal.com.br/perguntas/?acao=bu&id=795&categoria=1

  2. Interessante usar o leite de coco, mas… a aveia tem glúten. Celíacos não podem ingerir. Não poderia usar amido de milho e o mingau ser de banana e canela?

  3. a aveia naturalmente não contém glúten, no entanto:
    Para que a aveia seja certificada como GLUTEN FREE, ela precisa:
    – Ter sido plantada em um lugar onde não há contaminação nenhuma. Ou seja, que na entre safra não seja plantado na mesma área trigo ou algum dos elementos que contém glúten.
    – Além disso ela deve ser processada em uma máquina exclusivamente para ela, embalada e etc.
    Ai a gente começa a entender porque poucas empresas no mundo ou quase nenhuma produz aveia livre da proteína: se torna muito caro!

  4. Li em alguns livros e blogs que a aveia, por natureza, não contém glúten. Mas como geralmente o trigo é cultivado no mesmo terreno e processado nas mesmas máquinas, não tem como garantir que a aveia não tenha sido contaminada pelo glúten. Eu não consumo aveia por esse motivo, e nunca arrisquei pra saber se teria algum efeito negativo. De qualquer forma, é bom saber que existe o risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


OUTRAS RECEITAS SEM GLÚTEN SEM LACTOSE