Compartilhe!

A história do pequeno Lorenzo

por

Lorenzo
Personagem: Lorenzo Prisco
Idade: 5 anos
Cidade: São Paulo – SP

A história

Vanessa Prisco ainda amamentava o Lorenzo, quando os primeiros sinais de alerta surgiram. “Ele ficava bem vermelho quando eu comia alguma coisa com lactose e aí tentei introduzir outro tipo de leite, mas só de pingar na boca dele já inchava o rostinho todo, dava até bolha nos lábios”, lembra. O diagnóstico veio rápido: Alergia à Proteína do Leite. Lorenzo tinha só oito meses de vida.

Em casa, ele é o único com restrição alimentar e por isso os cuidados são redobrados. “Tudo é separado para o Lorenzo aqui. Ele tem medo de experimentar as coisas porque já teve uma experiência ruim e traumatizou, apesar de novinho ele tem consciência do que pode e não pode comer”.

Enquanto em casa e na escolinha onde ele estuda, os cuidados já estão bem estabelecidos, o mais complicado, segundo Vanessa, é conviver com os cardápios que fogem da rotina, como em restaurantes ou festinhas de aniversários. “Não é nada fácil! Sempre dou comida antes de sairmos de casa e levo bolo para as festas , mas nem sempre ele aceita comer. Percebo que ele olha com vontade para o que as outras crianças estão comento, e é difícil. Não poder beijá-lo a qualquer momento sem ter lavado bem a boca também é complicado”.

Mas, apesar de todas as dificuldades de uma restrição alimentar, o Lorenzo é uma criança feliz e bem sapeca. “Ele adora ir pra escola, ter amigos, é divertido, só tem um pouco de dificuldade de aceitar alguns nãos. Talvez por tudo ser mais restrito se mostra mais irredutível, mas é um menino super feliz”.

 

*O ‘Sua História’ é um espaço destinado para você internauta compartilhar sua experiência no universo sem glúten e sem lactose. Como foi a descoberta? Quais foram os primeiros sintomas? Como é a sua rotina? Gosta de testar receitas SGSL? O que mudou depois do diagnóstico? Para participar deste quadro envie um e-mail para:[email protected] que faremos o contato. Será um prazer dividir a sua história com nossos leitores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *