Compartilhe!

Exagerou na alimentação do Feriado de Carnaval?

por


 Exagerou na alimentação do feriado?

Por Karine Rizzardi
A autora é psicóloga especialista de casais e família.

Passou o carnaval e na folia de aproveitar o feriado, muitos se entregaram aos prazeres alimentares de forma desmedida e tiveram que dormir com a culpa incomodando a mente. Para alguns, essa culpa é tão intensa que a pessoa entra no período da quaresma tendo uma atitude ainda mais errada que é o famoso radicalismo.

O indivíduo que sai do extremo do exagero e vai para o extremo da restrição alimentar, corre o risco de se dar muito bem nas primeiras semanas de dieta, mas depois os efeitos começam aparecer, entre eles:

  •  O corpo leva um choque e isso faz com que a pessoa perca mais líquido do que gordura nos primeiros dias, criando a ilusão de que a pessoa está emagrecendo, o que não é verdade.
  • Se mesmo assim a pessoa insistir em fazer a restrição radical, faltará no seu corpo os nutrientes necessários e ela provavelmente cairá em um acesso de ansiedade incontrolável que tenderá a devorar tudo o que está pela frente (até mesmo aquela bolacha guardada na sua casa que você nem gosta tanto, mas que nessa hora você simplesmente engole sem perceber, só para preencher o estômago).
  • Quem sai do extremo da compulsão e cai na restrição alimentar terá muitas chances de ficar no platô, o que significa que emagrecerá nos primeiros dias e depois por mais esforço que faça, a balança não mexerá os ponteiros. Nisso a frustração bate à porta e se ela invadir sua mente fará você colocar tudo por água abaixo.
  • Mesmo que você erre na alimentação, não haverá porque se martirizar com a culpa, pois ela não fará você voltar no tempo. A culpa só deixa a pessoa ainda mais paralisada quanto a recuperar sua rotina habitual e pode leva-la a cometer um nível maior de erros. Com isso, focalize-se no que está por vir e tente fazer escolhas mais inteligentes que poderão te proporcionar a recuperação pelo controle alimentar.
  • Quem vive nos extremos com a dieta, não percebe que esse é o fator que mais impede a pessoa de manter o peso desejado, pois o corpo e o emocional se desregulam por inteiro. É o seu emocional que gerencia suas escolhas alimentares, então, procure retomar aos poucos e fuja definitivamente do 8 ou 80, pois isso lhe prevenirá uma série de insatisfações.
  • Se você não sabe por onde começar para voltar ao equilíbrio, tente uma estratégia ótima: Experimente agir somente 5% melhor do que reagiu da última vez, ou seja, se quando você cai na compulsão alimentar, você devora tudo o que está a sua frente, da próxima vez tente comer só 5% a menos, que será de grande valia.

Se você fica muito radical na restrição e só come saladas e frutas para emagrecer mais rápido, tente equilibrar 5% melhor suas refeições, para te preservar desses ataques repentinos a geladeira. Fazendo isso, você conseguirá atingir o equilíbrio de saber que entre 8 e 80, existem 72 possibilidades diferentes de conseguir aquilo que se busca.

2 respostas para "Exagerou na alimentação do Feriado de Carnaval?"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *